Cursos de Teologia, Capelania, Psicanálise Clínica, Psicologia Pastoral, Formação Pastoral, Coordenação de encontro de casais, Básico em Teologia, Médio em Teologia, Bacharel em Teologia.
Sexta-feira, 22 de Junho de 2012

Cegueira espiritual é pior do que cegueira física.Nos tempos do Senhor Jesus não existia INSS, não existia aposentadoria e nem auxílio à família, também não existia seguro desemprego e nem todos estes direitos que hoje um cidadão comum tem hoje. Digo isso porque em Lucas capítulo 18, a partir do versículo 35, nós vemos um relato sobre um cego que estava mendigando no canto da rua. A solução para um deficiente físico era mendigar ou contar com a ajuda da família. Se você leu a referência, verá que o cego não aceitou ficar dependendo da família e foi para a rua, para esmolar alguns trocados para conseguir levar a vida.
Quando aquele cego, em mais um dia de trabalho percebe que aquele lugar está mais movimentado do que sempre, ele sai mais cedo, vai para o seu cantinho onde ele ficava esmolando e implorando por um trocado que seja àquela multidão de pessoas que estava passando por ali.
Porém, de repente, bate uma curiosidade: Afinal de contas, porque hoje está mais movimentado aqui? Hoje é feriado? Tem alguma coisa especial aqui que eu não esteja sabendo? Foi aí que alguém foi até aquele cego e disse: Amigo, você não sabe quem está passando por aqui? Esta multidão está atrás de Jesus, o homem de nazaré que cura, que liberta e que tem belas palavras que conforta o nosso coração, é uma pena ele está tão longe de nós, porque eu tenho certeza que ele poderia te curar aqui hoje.
Quando aquele cego ficou sabendo que o SENHOR JESUS estava passando por ali, imediatamente parou de gritar: Esmola! Esmola por favor! E começou a gritar:
JESUS, FILHO DE DAVI, TEM MISERICÓRDIA DE MIM.
Porém, as pessoas que estavam atrás de Jesus começaram a mandar aquele cego calar a boca, porque Jesus não iria ouvi-lo, porém, quanto mais mandavam ele se calar, mais ele clamava, ele gritava tanto, mas tanto, que começou a ficar roco, mas ele clamava mais e mais.
E é aqui que eu quero te mostrar uma coisa meu amigo e minha amiga:
Você está passando por algum momento na sua vida que talvez você está gritando:
Esmola! Esmola! Você vive pedindo ajuda aos outros, talvez você só tenha recebido uns trocadinhos de favores. Porém, eu quero lhe convidar hoje a pedir para quem realmente tem algo para lhe dar, porém para chamar a atenção Dele, tem que ser perseverante, não basta pedir, tem que buscar, não basta buscar, tem que bater (insistir – Mt 7.7-9)
Sabe porque muitas pessoas vão à igreja mas não recebem nada? Porque acham que o negócio é só pedir que Deus vai fazer, e não é bem assim. Deus procura pessoas como este cego, pessoas que talvez estejam no sofrimento, pessoas que estejam realmente em uma condição ruim, porém não desistem, continuam lutando e quando ELE PASSA esta pessoa clama, ela grita, ela faz um auê (risos) para chamar a atenção do Senhor JESUS.
O que é chamar a atenção de Jesus? Gritar? Não, o que chama a atenção do SENHOR JESUS é a decisão e perseverança. Mandaram aquele cego calar a boca, mas ele não calou, aquele cego pela fé já estava enxergando mais do que todos, porque Jesus estava rodeado de pessoas, porém SOMENTE UM gritou em voz alta quem realmente Jesus é, ele é o FILHO DE DAVI, o descendente que nasceu para Reinar para Sempre, aquele que se assentaria no Trono e seria aclamado como SENHOR das Nações. Para aquele cego, Jesus não era apenas um curandeiro, Jesus É O SENHOR, o cego entendeu mais do que muitos, que JESUS É O SENHOR DA CURA, MAS TAMBÉM O SENHOR DA SALVAÇÃO.
E quando JESUS vê alguém reconhecendo a Sua Divindade, Ele se sente atraído, eu creio que Jesus deveria ter dito o seguinte:
Pare todo mundo, tem muita gente gritando pedindo cura, mas lá atrás tem alguém que está pedindo misericórdia!!! Chama ele, porque a oração dele entrou aos meus ouvidos, Glória Deus!!!!!
Aquele cego foi levado até o Senhor Jesus, e teve a oportunidade de pedir a maior ajuda da sua vida, a cura. Jesus perguntou: O que você quer que eu faça?
Parece uma pergunta boba né? É claro que o cego quer enxergar ora!
Mas Jesus perguntou, porque o cego só pediu misericórdia, o cego não especificou o que ele queria, Jesus sabia muito bem, mas Jesus queria que o cego especificasse o que ele de fato queria e então sim Jesus iria realizar.
Sabe, eu aprendo com isso que Deus sabe de todas as coisas, porém ELE quer ouvir, ele quer que você especifique qual é o propósito que está no seu coração. Se você começar a ler o livro de profeta Samuel, você vai se deparar com a história de Ana, que não conseguia ter filhos. Por anos aquela mulher sofreu, mas somente no dia que ela foi no templo e foi específica no que ela queria (Se me deres um filho varão) de fato ela recebeu do Senhor.
Deus não quer que você faça uma oração vazia, não adianta se sacrificar, gritar, se espernear na igreja, se você não é específico. Você ser aquela pessoa que diz: Tanto faz, o importante é que Deus faça! Isso não é certo. Deus quer que você determine como você quer o seu milagre.
O cego disse: Senhor, eu quero enxergar. Então Jesus disse: VAI, a tua fé te SALVOU.
E para terminar o nosso texto, quero deixar este último detalhe deste milagre. Jesus disse “VAI” ou seja, “Vai embora viver a tua vida…” Porém aquele cego pela primeira vez na vida viu uma pessoa, e quem é a primeira pessoa que ele viu na vida? JESUS.
Jesus estava mandando o cego ir, mas ele não foi, rsrs eu posso imaginar aquele cego dizendo: Senhor, o Senhor vai me desculpar mas eu não desgrudo mais de ti, eu não vou embora, eu não quero viver a vida de antes, O Senhor disse que a minha Fé me Salvou, se eu sou Salvo eu tenho que andar com quem SALVA. Não Senhor, me desculpe mas eu não quero apenas ser curado, EU QUERO ANDAR CONTIGO, POSSO?
Por isso que Lucas termina a narração deste fato dizendo que aquele homem que era cego seguiu a Jesus dali para frente.
Ser curado é bom, mas ser salvo é melhor ainda. Há muitas pessoas que podem estar lendo este texto e a muito tempo não vão à igreja. Na verdade a ultima vez que você foi, você estava doente, você foi curado, você fez uma campanha talvez e recebeu o seu milagre. Que ótimo, que maravilha. Mas será que era só isso que JESUS queria de você? Você acha que Deus é um cardápio de restaurante que você abre quando tem fome e pede o que quiser, e depois de alimentado vai embora?
Você precisa buscar a salvação, porque se você não fizer isso, aquela doença e aquele problema que você tinha, vai voltar para a tua vida multiplicado vezes 7.
Que isso pastor, está amaldiçoando a minha vida? Não me querido, eu fui chamado para abençoar e não amaldiçoar. Mas o próprio Senhor Jesus disse que quando o espírito maligno é tirado de uma casa (pessoa) ele anda por aí, procurando um lugar para repousar e, se ele não achar ele volta para o lugar de onde saiu, e traz com ele 7 espíritos, e os últimos atos desta pessoa se tornam piores do que os primeiros. É isso que você quer? Você quer ficar 7 vezes pior do que antes?
Eu recebo muitos e-mails de pessoas dizendo que estão afastadas do Evangelho através e eu reparo que a maioria dos casos, são pessoas que foram curadas, libertadas do mau. Porém acharam que era só isso, não buscaram a Salvação.
Então entregue a tua vida para Jesus, se batize nas águas e faça como aquele Ex-cego, siga Jesus daqui para frente.
Deus te abençoe.
publicado por institutogamaliel às 12:51


Em matérias publicadas pelo O Globo esta semana, o jornal alfineta a conduta do juiz Luiz Henrique Oliveira Marques, da 1ª Vara de Registro Público do Rio de Janeiro, por negar sistematicamente o casamento entre pessoas do mesmo sexo na cidade, alegando inconstitucionalidade.

A pressão e a "má fama", imposta pelos favoráveis ao casamento gay, fez com que o juiz Oliveira Marques, de 53 anos, discutisse o assunto até em uma das universidades onde ele dá aulas. Na reportgem do jornal O Globo, o juiz contou que um de seus alunos chegou a dizer que ele deveria ser mais flexível, mas o magistrado explicou que está apenas seguindo a lei à risca.

"É natural que o assunto ganhe repercussão, porque há interesse de certo segmento da sociedade. Venho recebendo poucas manifestações favoráveis, mas tenho minha consciência tranquila. Estou julgando dentro do mérito da questão. Parece que estou sendo injusto, mas, na verdade, falta uma lei para o casamento gay", afirmou o juiz.

Na magistratura há 20 anos, Oliveira Marques contou que tem homossexuais em seu círculo de amizades. "Não teria problemas em deferir um pedido de casamento gay, mas o Legislativo tem que aprovar a lei. Não entendo que essas pessoas sejam inferiores. Respeito gays, negros, independente de religião".

Legislação

Ainda segundo a matéria do O Globo, a mesma critica os cartórios cariocas (que seguem a linha de conduta do juiz Oliveira Marques), que não têm aceito processos de casamentos entre pessoas do mesmo sexo, por não haver legislação específica.

Opositores a postura do juiz afirmam que as decisões de Oliveira Marques têm motivação religiosa. Ele nega e também não declara sua religião para a reportagem, afirmando que isso não tem importância em seus julgamentos. Segundo o juiz, não são muitos os casos de pedidos de casamento de pessoas do mesmo sexo que chegam a ele. Mas os que chegam vão continuar sendo negados.

"Meus argumentos são jurídicos. O nosso ordenamento jurídico não admite o casamento de pessoas do mesmo sexo, pura e simplesmente (...) Não tem nada a ver com religião. Eu sou juiz, e um juiz precisa se abstrair desses outros conceitos o máximo que puder para julgar. Mesmo se eu adotasse uma religião que fosse contrária, eu devo julgar perante a lei", declarou Oliveira Marques na reportagem.

Fonte: O Globo via verdade Gospel
publicado por institutogamaliel às 12:36



 

A única vez que Cristo Jesus se referiu ao suicido foi enquanto respondia uma pergunta feita pelos seus discípulos: “NAQUELA mesma hora chegaram os discípulos ao pé de Jesus, dizendo: Quem é o maior no reino dos céus? E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles, E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus”. (Mateus 18.1-3)
Em seguida, Jesus correlaciona o suicídio ao escândalo, na verdade a única vez que, Cristo Jesus trata do suicido é para aconselhar algumas pessoas a suicidar-se, logo, o que poderia levar Jesus a aconselhar alguém a amarrar uma pedra no pescoço e pular no mar? A resposta é – “Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar”. Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!” (Mateus 18.6,7).
Jesus afirma que, os escândalos sempre existirão, mas que, aquele que escandalizasse um filho de Deus seria melhor que morresse, do que, em vida experimentasse a expectativa de juízo e morte. A palavra utilizada por Jesus, no grego skándalon significa tropeço. Provavelmente, a intenção de Jesus era alertar os seus discípulos sobre o perigo de fazer um iniciante da caminhada cristã, tropeçar na fé em Deus.
O escândalo é um assunto pouco refletido pela igreja, porém, nas palavras de Jesus compreendemos a dimensão e a seriedade do significado deste pecado. De modo que, diante dos inúmeros escândalos no meio evangélico e comportamentos relacionados ao assunto, a sensação é que muitos cristãos desconhecem ou menosprezam as palavras proferidas por Jesus em relação a esta temática.
Mais grave do que o crescimento e o tratamento fugas e irresponsável com relação aos escândalos, é o crescimento do mercado em torno do assunto. Sou a favor do apologista (defensor da fé cristã) sincero e imparcial, que não consegue se calar diante da injustiça e do pecado. Mas infelizmente, o que cresce neste momento são líderes se servindo de escândalos alheios para serem conhecidos ou reconhecidos no meio evangélico. Tornam-se críticos de plantão, que ventilam, sistematizam, comercializam, e promovem os escândalos, tornando-se assim piores do que aquele que escandalizou.
Lamentavelmente, vivemos em um tempo onde o que é mais lucrativo e vendido é o sensacionalismo alimentado pelas tragédias e calamidades. Por exemplo, o jornalismo que mais vende noticiais é aquele que relata sobre morte e violência, e lamentavelmente tem se tornado assim também no meio evangélico, onde o que é mais lido e divulgado são os escândalos ou deslizes no contexto igreja.
Caso, o titulo deste artigo fosse sobre “A graça Divina”, ou a “A Misericórdia de Cristo”, inúmeras pessoas não teriam aberto o texto e lido, mas como o assunto é “escândalo”, muitos acabam sendo atraídos pela curiosidade.
Certamente que, o nosso tempo precisa de líderes que continue denunciando o pecado, o engano e a injustiça, mas que não se utilize das tragédias, equívocos ou escândalos para se autopromoverem na desgraça alheia. Nossa geração precisa urgentemente da mensagem da graça, da misericórdia, e do amor divino.
Neste momento de complexidade, relativização e extrema confusão, não necessitamos de mais líderes que se comportam como parasitas que se servem de escândalos religiosos. Necessitamos sim, de apologistas que continuem defendendo os princípios basilares da fé evangélica, mas que, ao mesmo tempo tenham lágrimas nos seus olhos em compaixão as almas. Estamos carentes de líderes que sejam inflexíveis com o pecado e o engano, mas amáveis, piedosos e parecidos com Cristo Jesus no trato e nos relacionamentos com o próximo.
De modo que, a minha esperança e expectativa é que, nesta hora de grande convulsão existencial, a consciência do evangelho cure alguns cristãos que se servem das desgraças como trampolins para o sucesso, e restaure a compaixão, a misericórdia e o amor em nossas vidas e ministérios.
publicado por institutogamaliel às 12:13
tags:



 

Agora Jesus vai mostrar à mulher samaritana “para quê” uma alma é salva. Há basicamente três maneiras de se encarar a salvação: do homem para o homem, de Deus para o homem e de Deus para Deus. A primeira envolve acreditar que somos salvos por nossos méritos e esforços e para o nosso benefício. Começa no homem e termina no homem. Deus serve apenas para dar sorte ou para não dar azar, se for devidamente agradado.

A segunda é quando você realmente crê em Jesus, mas visando a sua felicidade. Você crê que a salvação vem de Deus, pela fé somente, mas que Deus existe para fazer você feliz, lhe dar uma vida próspera e sem doenças. Tudo começa em Deus, mas termina no homem. Deus é visto como seu servo e tem por obrigação de agradá-lo.
A terceira abordagem é a correta. A salvação vem exclusivamente de Deus, porém não é para nós mesmos que somos salvos, mas para sermos adoradores. É claro que somos beneficiados em tudo isso, mas o objetivo é Deus e seu Filho Jesus, em quem todas as coisas irão convergir no final. Portanto, para a pergunta “Para quê somos salvos?”, a resposta é “Para adorarmos a Deus”.
Os samaritanos adoravam a quem não conheciam, no lugar errado e da maneira errada. Jesus diz que os judeus adoravam quem conheciam e que a salvação vem dos judeus. Entenda que a salvação não são os judeus, mas foi de uma mulher judia que veio o Cristo, o Messias, o enviado de Deus. Deus quis que fosse assim, portanto não há o que discutir. Ao se revelar à mulher samaritana, quando ela pergunta sobre o Messias, Jesus diz: Eu sou, eu que falo contigo”“Eu sou” é a mesma expressão usada por Jeová para se revelar a Moisés.
E ele diz que ”Deus busca adoradores que o adorem em espírito e em verdade“. Até aquele momento, adorar em verdade significava adorar no Templo de Jerusalém e da forma como Deus ordenara, e não no monte Gerizim como faziam os samaritanos. Mas, apesar de adorarem em verdade, os judeus não adoravam em espírito. Sua adoração era da boca para fora e seu coração estava longe de Deus. Eles rejeitaram o Messias.
Hoje todo salvo pela fé em Jesus tem o Espírito Santo e pode adorar a Deus em espírito em qualquer momento e lugar, sem intermediários. Porém, no que diz respeito à adoração coletiva, se você estiver adorando em um templo e com rituais copiados do Antigo Testamento, não está adorando em verdade. Se a sua adoração adicionou elementos culturais, como dança, teatro e shows, então você inventou a sua forma de adorar, como fizeram os samaritanos.
Adorar coletivamente em verdade é adorar onde estiverem dois ou três reunidos para o nome de Jesus, reconhecendo o seu senhorio, e da maneira encontrada nas cartas dos apóstolos, o único guia que temos, além do Espírito Santo, para a adoração pós-judaísmo em espírito e em verdade. O ponto alto dessa adoração é a ceia do Senhor, e não um show de celebridades.
publicado por institutogamaliel às 12:11


Como é uma igreja viva?
 
É natural que para responder esta pergunta, voltemos ao relato de Pentecostes no livro de Atos. É bom que sejamos realistas na leitura. Costumamos ver a igreja primitiva com uma atitude idealista, romântica. Nos maravilhamos com seu ímpeto evangelístico, seu impacto transformador no mundo. Falamos dela com admiração, como se não tivesse defeito; nos esquecemos as heresias, as hipocrisias, as rivalidades e imoralidades que perturbavam a igreja primitiva tanto quanto a perturba hoje. Contudo, existe algo evidente: essa igreja primitiva em Jerusalém foi profundamente renovada pelo Espírito Santo. Qual era a evidência da presença e do poder do Espírito Santo? Se pudermos responder esta pergunta, poderemos também responder outra: Qual é a evidência da presença do Espírito Santo na igreja de hoje? Lucas descreve quatro marcas de uma igreja cheia do Espírito. Esses são traços que deveriam caracterizar a toda igreja aberta para a presença e o poder do Espírito Santo.
  • Ensinamento
  • Comunhão e Ajuda Mútua
  • Adoração prazerosa e reverencia
  • Evangelização Contínua.
Existem congregações que não têm tido um novo convertido nos últimos dez anos; e se chegassem a ter um, não saberiam o que fazer com ele, tão extraordinário é o fenômeno!
Cultivemos a expectativa de que o Senhor acrescente diariamente novos membros à igreja.
Texto retirado do Livro de Jonh Stott “Sinais de uma Igreja Viva”
publicado por institutogamaliel às 11:58
tags:


mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15
16

19
21
23

24
25
28
30


Últ. comentários
Glória a Deus! É incrível como esses testemunhos t...
cada um é livre para pensar o que bem quiser, mas ...
Poxa, gostei demais do texto, pena que não achei a...
No seu site, vc esta citando o nome de MEU PAI, se...
Como não consegui encontrar um "Fale Conosco" no S...
Graça me Paz em Cristo amado. Esse termo devorador...
Edenilson da Silva (http://facebook.com/profile.ph...
Fumar é pecado? http://t.co/H7TH4xGGZ1
10 maiores mitos sobre homossexualidade http://t.c...
Porque o espiritismo atrai tanto??? http://t.co/hY...
arquivos
subscrever feeds