Cursos de Teologia, Capelania, Psicanálise Clínica, Psicologia Pastoral, Formação Pastoral, Coordenação de encontro de casais, Básico em Teologia, Médio em Teologia, Bacharel em Teologia.
Quarta-feira, 11 de Abril de 2012


David Clark
Esta é a quarta parte de uma série de 8 artigos de David Clarck intitulada: O que todos os pais deveriam saber sobre a Internet.
Nos últimos três artigos, consideramos os aspectos da Internet que possuem ramificações tanto positivas quanto negativas. Infelizmente, não há como escapar do assunto que precisamos considerar agora. Não há benefício algum nele, apenas pecaminosidade, trevas e os malefícios que destroem vidas. Ninguém que possua uma conta de e-mail ou tenha navegado na Internet por mais do que alguns minutos escapa das trevas intrusivas que esse pecado e essa indústria dirigida pelo dinheiro têm lançado sobre nós. Vários sites oferecem um certo anonimato ao usuário, o que lhe dá mais coragem para acessá-los. É preciso muito cuidado com sites de avatares e personagens virtuais, como o Second Life e seus diversos mundos, especialmente o Zindra. Second Life não é um lugar para crentes e mostra como o coração não alcançado pela luz do evangelho se inclina naturalmente para o mal.
A pornografia arruína vidas
Não nos enganemos quanto a isso, esse mal tem tudo a ver com dinheiro. A indústria da pornografia online gera dez bilhões de dólares por ano.[i] Essa é uma indústria que causa vício e dependência profunda, tira vantagem de nossos desejos pecaminosos, faz dos fracos sua presa e destrói vidas.
Sr. “J”, um homem de 26 anos, viciado em pornografia na Internet, declarou:
“Vou ao trabalho, vou ao colégio e gasto tempo com minha família. As pessoas ao meu redor não sabem que sou a casca de uma pessoa. Elas não têm idéia de que sinto que minha vida não vale a pena ser vivida... Eu me consumi cada vez mais vendo pornografia na Internet por horas a fio... Tornei-me cada vez mais irado com o mundo... Não há como desfazer isso agora. A única coisa que me alivia a dor, me leva ainda mais para baixo nesse buraco... Arruinei minha vida e o fiz no dia em que me sentei em frente ao meu computador novamente”.[ii]
Respondendo ao Sr. “J”, Max comentou:
“Que história triste. Posso sentir a dor dele agora. Fui viciado em pornografia. Sei o quanto isso é destrutivo. Ela não lhe permite pensar em outra coisa e o arruína aos poucos, mental e fisicamente. Os viciados em pornografia não se interessam por coisa alguma, nem mesmo gostam de se socializar. O mundo passa a ser um inferno para eles. Esse sentimento os leva à depressão – você pára de acreditar em si mesmo e sente-se como um criminoso o tempo todo. Resumindo, isso destrói sua vida”.
Estatísticas
A pornografia é facilmente encontrada na Internet. Eis algumas estatísticas:
1. Há 4,2 milhões de websites pornográficos na rede (12% do total de websites).
2. Todos os dias, uma em cada quatro buscas (68 milhões) e dois bilhões e meio de e-mails (8% do total de e-mails ou 4,5 e-mails para cada usuário de Internet) são sobre pornografia.[iii]
3. A média de idade para que alguém se exponha à pornografia na Internet é de 11 anos.[iv]
4. 90% das pessoas entre 8 e 16 anos que têm visto pornografia online o fizeram principalmente enquanto realizavam as tarefas escolares.
As igrejas não estão imunes
John Steley é um psicólogo que contribuiu muito para o último artigo desta série e também dá palestras no London Theological Seminary sobre abuso na Internet. Em seu fascinante artigo, ele escreve: “Trabalho com pessoas de um grande número de igrejas cristãs e sociedades missionárias, incluindo as evangélicas conservadoras. O que ouvi daqueles a quem encontrei levou-me a concluir que o uso da pornografia na Internet é um problema significativo na igreja hoje. Nenhum de nós deveria se considerar imune a essa tentação”.[v]
Outras pesquisas têm confirmado isso. Um relatório recente, tendo como referência os Estados Unidos, concluiu que as “assinaturas em sites pornográficos são mais predominantes onde as pesquisas indicam haver posições mais conservadoras em relação à religião, gênero, papéis sociais e sexualidade”.[vi] Ironicamente, o relatório afirma que “em tais regiões, aos domingos, há uma proporção estatisticamente menos significativa de assinaturas”!
Esse problema não se restringe aos homens. Uma em cada seis mulheres (17%), incluindo mulheres crentes, luta com o vício em pornografia.[vii]
Nem mesmo os pastores estão imunes a isso. Uma organização dedicada a ajudar crentes que sofrem com a pornografia na Internet informou que 53% dos homens crentes consomem pornografia; 51% dos pastores afirmam que a pornografia é uma tentação, enquanto que 37% deles dizem que isso é uma luta atual, e 18% dos pastores vêem pornografia algumas vezes por mês.[viii] Outros estudos confirmam esse problema. Uma pesquisa na Internet, conduzida por Rick Warren, da igreja Saddleback, em 2002, descobriu que 30% de 6000 pastores haviam visto pornografia na Internet nos 30 dias anteriores à pesquisa.[ix]
Não basta enterrar nossas cabeças na areia e fingir que a pornografia na Internet acontece em “algum lugar”. Não podemos nos esconder por detrás da fachada de que, porque somos “Crentes Reformados”, isso não pode afetar a nós ou a nossa igreja. A privacidade que a Internet oferece cria a oportunidade para se visitar sites pornográficos sem que mais ninguém o saiba. Quantos de nossos membros de igreja, pastores, jovens, diáconos, presbíteros e líderes de jovens escondem um vício secreto? Podemos dizer realmente que estamos imunes a isso?
A World Magazine, uma publicação semanal reformada, dos Estados Unidos, relatou sobre o “Sr. Burgin”, que durante 20 anos, freqüentou a igreja e foi pastor. Ele era “confiável, respeitável e parecia ter uma reputação impecável”. Mas por debaixo da grossa camada do verniz das orações serenas e sermões doutrinariamente sadios, esse pastor conservador abrigava um monstro. “Eu era um mestre da duplicidade” – afirmou Sr. Burgin sobre seu vício em pornografia na Internet. Durante todo o seu ministério e até mesmo antes dele, Sr. Burgin caía silenciosamente num círculo de vergonha, arrependimento e quebra de promessas... Apesar de sua consciência repleta de culpa, Sr. Burgin pregava com freqüência sobre pureza sexual, passando por esses sermões sem ser descoberto. Ele disse: “Eu deixava isso num compartimento de minha mente”. “Racionalizava e subestimava a questão”. Quando foi descoberto, perdeu sua família e seu ministério, sua reputação foi desonrada, e o Sr. Burgin voltou-se para a igreja, a fim de obter ajuda, mas pouco encontrou. Ele afirmou: “As igrejas não sabem como lidar comigo”.[x]
Uma resposta positiva da igreja Carey Baptist, na cidade de Reading
Numa sociedade onde se estima que 70% dos homens e 21% das mulheres lutam com a pornografia online, não é de surpreender que os líderes eclesiásticos se deparem com um bom número de crentes, principalmente homens, que desejam ajuda nessa questão. Alguns deles são membros que ficaram viciados em pornografia na Internet no passado e não desejam voltar a esse caminho novamente; outros são aqueles que querem se manter puros em meio aos ataques violentos da época. Ambos os grupos devem ser elogiados e encorajados.
Assim como muitas igrejas, a igreja Carey Baptist, em Reading, recomenda que aqueles que desejam ajuda inscrevam-se no programa Covenant Eyes (Aliança com os Olhos). Iniciado em março de 2000, esse programa ajuda as pessoas a permanecerem puras enquanto estão online, monitorando seu uso da Internet e enviando um relatório por e-mail a um amigo, a quem devem prestar contas de todos os web sites visitados. Esse amigo pode ser um pastor, um presbítero, um líder de jovens ou um parente. A idéia é que se o usuário souber que o parceiro a quem prestas contas seguirá seu rastro no uso da Internet, será menos provável que ele visite sites questionáveis. Recomendamos esse esquema por que:
· É barato.
· É difícil de ser ignorado.
· Os relatórios podem ser enviados semanalmente ao amigo a quem se prestas contas, possibilitando uma ajuda pastoral imediata, caso haja um deslize.
· É baseado no princípio bíblico de que os crentes prestam contas a Deus e uns aos outros.
· Desejamos fazer tudo quanto pudermos para ajudar os outros a buscarem a santidade.
Estamos certos de que Jó (Jó 31.1) e, mais importante ainda, Jesus, estimulariam as pessoas a usarem esse esquema.
Basil Howlet
A revista Christianity Today concorda: “não suponha que a pornografia não seja um problema na igreja. Um líder evangélico era cético quanto às descobertas das pesquisas de que 50% dos homens crentes haviam olhado pornografia havia pouco tempo. Então, fez uma pesquisa em sua própria igreja. Ele descobriu que 60% deles havia feito isso no ano anterior, e 25% deles, nos 30 dias que antecederam a pesquisa. Outras pesquisas revelam que um a cada três visitantes de websites adultos são mulheres”.[xi]
Como podemos reagir a isso?
Ao considerarmos essa área, percebemos que a pornografia, em todas as suas formas, baseada na Internet ou não, é errada. E há princípios bíblicos que devem ser aplicados a ela:
1. Auto-exame. Talvez, isso não seja enfatizado devido ao medo da introspecção ou da obsessão moderna pelo eu. No entanto, na Bíblia, somos chamados a “examinar a nós mesmos” (1 Co 11.26; Gl 6.4). Se tivermos uma fraqueza particular, a Bíblia nos diz para fugirmos dela (1 Co 6.18; 1 Tm 6.11). A descrição do pecado em Tiago 1.14 e 15 fala de sermos “atraídos e seduzidos” pela nossa própria cobiça. Se o pecado da imoralidade sexual ou da pornografia é uma fraqueza particular para nós, em primeiro lugar, devemos reconhecê-lo, depois, buscar ajuda ou nos afastar de qualquer coisa que possa nos levar a esse pecado particular, inclusive da Internet.
2. Domínio próprio. Como dissemos nos artigos anteriores, a graça cristã do domínio próprio aparece na lista daquilo que devemos associar à nossa fé (2 Pe 1.6). Vez após vez, nas Escrituras, bem como na vida cotidiana, temos exemplos de pessoas que caíram no pecado devido à falta de domínio próprio. O problema do domínio próprio na área da conduta sexual pode afetar até a melhor das pessoas. O rei Davi era conhecido como servo de Deus (At 4.25), mas até mesmo ele foi vencido por seus desejos sexuais por Batseba (2 Sm 11) e por sua falta de domínio próprio nessa questão.
3. Prestação de contas. Vivemos numa era em que nos dizem que “seja o que for que alguém faça na privacidade de seu lar” é problema dele. Na mente de alguns, a pornografia na Internet é justificável porque “não prejudica ninguém” e é algo feito na privacidade do lar. Entretanto, como já vimos, isso simplesmente não é verdade. A Bíblia nos diz que devemos prestar contas a Deus de nossos pensamentos, palavras, obras ou falta de ação (Mt 12.36; Rm 14.12). Além disso, a igreja do Novo Testamento enfatiza a idéia da mútua prestação de contas. Não somente os presbíteros prestarão contas pelo modo como lideram a igreja local (Hb 13.17), mas também nós somos encorajados a confessar “nossos pecados uns aos outros” e a orar “uns pelos outros” (Tg 5.16). Somos uma família de crentes, todos nós dependemos uns dos outros (1 Co 12). Devemos desenvolver uma sinceridade familiar uns com os outros, um desejo de compartilhar, de ajudar e, o mais difícil, uma disposição para sermos ajudados. A força da mútua prestação de contas é uma área reconhecida até mesmo por organizações seculares, como os Alcoólatras Anônimos, como sendo um “sistema companheiro” e, poderíamos dizer que um sistema responsável por grande parte do sucesso dessa organização.
Conselhos práticos
Encontre um “companheiro, um amigo”... A idéia de ter de prestar contas uns aos outros ofende a cultura predominante. No entanto, conforme temos visto, ela é um conceito bíblico. Talvez o cônjuge, um amigo íntimo ou alguém na igreja possa agir como um “companheiro”. Uma boa ilustração de como isso se dá na prática pode ser vista na igreja Carey Baptist (veja o quadro acima).
Proteja o computador... Uma das revelações mais preocupantes foi a história de um homem acusado por pornografia infantil porque foram encontradas fotos indecentes em seu computador. Na verdade, elas haviam sido armazenadas lá por um pedófilo, que usou um vírus para infectar o computador dele, de modo que pudesse armazenar suas fotos e, assim, livrar-se do risco de ser encontrado na posse desse material.[xii] A melhor maneira de conter esse problema é ter um programa antivírus em cada computador, mantê-los atualizados e certificar-se de que o firewall está ativado – este já vem integrado nos computadores Windows e Apple Mac.
Instale um filtro familiar... Este é um tipo de software que filtra sites com conteúdo pornográfico ou indesejável. O software “Covenant Eyes” é um exemplo especializado desse tipo de filtro. Outros incluem um grande número de produtos comercializados, como o Net Nanny e o SafeEyes.
Mantenha distância... Para alguns, a resposta talvez seja ficar longe dos computadores. Entender a nós mesmos e às nossas falhas particulares é importante nessa questão. Se você ou alguém que você conhece tem esse tipo de falha, eu gostaria de encorajá-lo a orar, a buscar aconselhamento (talvez com seu pastor, presbítero ou com um amigo crente) e a confiar no maravilhoso e vivo Salvador, que o sustém e nunca o desapontará...

David Clark é consultor na área de tecnologia, inteligência artificial e análise de riscos – sua empresa presta serviços para os governos dos EUA e do Reino Unido. Clark serviu por muitos anos como membro do Conselho da Editora britânica Evangelical Press e faz parte do conselho editorial do ministério Christian Hymns.
Esta é a quarta parte de uma série de 8 artigos de David Clarck intitulada: O que todos os pais deveriam saber sobre a Internet.

publicado por institutogamaliel às 06:02

Domingo, 08 de Abril de 2012

(DR)
O padre católico Martin McVeigh vai amaldiçoar o Powerpoint para o resto da sua vida: durante a preparação para a primeira comunhão numa escola da pequena localidade de Pomeroy, na Irlanda do Norte, McVeigh quis mostrar uma apresentação sobre a celebração religiosa, mas em vez disso surgiram no ecrã fotografias de pornografia homossexual.

O incidente teve lugar na escola St. Mary's, no condado de Tyrone, onde 26 pais e uma criança de oito anos se preparavam para ver uma apresentação em Powerpoint sobre o tema para o qual tinham sido convidados. Quando o padre Martin McVeigh inseriu a pen USB no computador, não se terá apercebido de que a função de início automático estava activada. Como resultado, e de acordo com um comunicado dos pais presentes na reunião, citado pela BBC, "pelo menos 16 imagens indecentes de homens” surgiram no ecrã.

“Ele ficou a tremer e visivelmente desorientado. Não deu qualquer explicação nem se desculpou e saiu da sala à pressa”, lê-se no comunicado assinado pelos pais.

Martin McVeigh disse não saber como foram aquelas imagens parar à sua pen USB, mas o cardeal Brady, chefe da Igreja Católica da Irlanda do Norte, já anunciou a abertura de um inquérito interno. Quanto a responsabilidades criminais, a polícia do país já fez saber que não foi cometido qualquer crime, pelo que o incidente não será investigado.

Em declarações ao jornal Ulster Herald, o padre Martin McVeigh disse esperar que o incidente seja “devidamente explicado”.

“Há pessoas a fazer insinuações e nem sequer estavam lá, mas hoje em dia estas história crescem como uma bola de neve. Tudo o que posso fazer é deixar que o incidente seja investigado e manter-me disponível para colaborar com essa investigação, para que tudo possa ser devidamente explicado”, afirmou o padre.

Em comunicado, o cardeal Brady confirmou que “um padre mostrou imagens impróprias inadvertidamente, no início de uma apresentação em Powerpoint, o que causou preocupação entre os presentes”.

Fonte: http://www.publico.pt
publicado por institutogamaliel às 06:47

Quinta-feira, 05 de Abril de 2012

intimacyofeden 300x181 O sex shop de Jesus
Sexo é um assunto tabu para a religião. Quase nunca aparece e, quando vem à tona, é mais para ser reprimido do que discutido. Não pode fazer antes de casar. Não pode fazer com camisinha. Não pode fazer isso ou aquilo…

Mas alguns empreendedores cristãos resolveram quebrar esse tabu. Eles abriram sex shops online para incentivar “a intimidade” entre os casais – dentro dos laços do casamento, que fique bem claro. O Intimacy of Eden é um deles, e resume assim a sua missão: “Somos pró-casamento, somos pró-sexo, e estamos aqui para ajudar os casais a desenvolver o componente sexual da saúde conjugal. Esta loja cristã do sexo existe para ajudar os casais casados a reacender o romance e a paixão de seus casamentos – uma intimidade conjugal como a que Adão e Eva gozaram no Jardim do Éden.”

A diferença é que, no Jardim do Éden contemporâneo, Adão e Eva têm não só uma maçã tentadora, mas vibradores, lingeries, lubrificantes… Os itens vendidos pelos sex shops cristãos são bem parecidos com os dos sex shops “ateus”. Mas os sex shops religiosos tomam alguns cuidados: retiram os produtos de embalagens que possam ser ofensivas (com cenas de nudez), exibem lingeries em manequins (não em modelos) e enviam os pedidos da maneira mais discreta (de resto, como seus concorrentes não-religiosos). Alguns não vendem itens que podem ferir regras religiosas, como camisinhas e brinquedos para sexo anal.

Curta-nos no Facebook

Mas talvez a maior diferença esteja nos clientes: mais pudicos e com menos informação sobre sexo. Preocupados com o que possa ofendê-los, os sites adotam uma linguagem menos explícita (em vez de “borboleta estimuladora de clitóris”, vendem “estimulador vibratório”, por exemplo) e mandam junto com os produtos instruções para o “uso saudável”.

Os comerciais de um outro sex shop cristão, o Hookin’ up Holy, são tão ingênuos que chegam a ser cômicos:



odo esse cuidado parece estar valendo a pena. Alguns líderes religiosos já começaram a indicar os serviços dos “sex shops de Jesus” para salvar o casamento de alguns fiéis. Uma mulher cristã ouvida pela reportagem do Daily Beast disse que um vibrador reacendeu seu casamento – e deu a ela seu primeiro orgasmo. Um jovem judeu disse que os brinquedos ajudaram-no a lidar com a ejaculação precoce que atrapalhava sua relação com a mulher. A ajuda dos livros sobre sexo e dos brinquedos sexuais é infinitamente mais eficiente do que alguns conselhos estapafúrdios que se espalham em algumas comunidades religiosas. A reportagem cita que um jovem casal escutou o seguinte: “Se uma mulher não gosta de sexo, ela deve tomar dois comprimidos de Tylenol e terminar o mais rápido possível”. Ótimo conselho para a felicidade conjugal, não?

Fiéis de outras religiões tiveram iniciativas semelhantes. Há um sex shop judeu, a Kosher Sex Toys, e uma loja virtual que segue as leis da sharia muçulmana, a El Asira. Não importa se seguidores de Jesus, Moisés ou Maomé, todos os sites têm algo em comum: defendem que o bom sexo é fundamental para um casamento bem-sucedido. Duvido que ateus e agnósticos discordem dessa ideia.

escrito por: Letícia Sorg

do Padom: “O mundo cada vez mais esta perdido, já tem um blog com as ‘evangélicas mais gostosas’ agora esse sexy shopp ao ‘Povo de Deus’, daqui uns dias vem Filme Porno Gospel e GMagazine e Playboy gospel! Este mundo vai de mau a pior…. Volta logo JESUS!! “

Fonte: Mulher 7×7 / Portal Padom
publicado por institutogamaliel às 17:13


Tenho dezoito anos, uma personalidade independente e às vezes tímida. Cresci durante toda a minha vida na igreja; quando o recém formado grupo de louvor me chamou para tocar bateria, senti que finalmente havia encontrado meu lugar lá. Tudo parecia estar bem comigo, mas me sentia vazia.sozinha pornografia Lutando sozinha contra a pornografia

Mais tarde, no ensino médio, meu vazio aumentou e com ele minha curiosidade de encontrar alguma coisa que me satisfizesse. A principio me voltei para coisas pequenas como roubar cigarros do meu detestável tio, mas isso não era suficientemente forte para preencher aquele vazio. Eu não iria desistir tão fácil. Eu sou a Jennifer, forte como aço e vou conseguir aquilo que eu quero! Como uma “nerd” da informática, consegui ter acesso a várias coisas que as pessoas normais não tinham nem idéia. Descobri o que queria. Consegui o que queria. PORNOGRAFIA!

Antes mesmo que percebesse, estava viciada. Essa doença não foi, na minha vida, um substituto para o sexo. Eu era, na verdade, e ainda sou virgem. Isso era algo apenas para me preencher. Quando estava triste, ou tinha tido um dia ruim, podia simplesmente ir até o meu quarto, fechar a porta e me sentir bem novamente. Era de graça, inofensivo, e ninguém ficava sabendo. Mas toda vez que estava na internet, aquilo que eu buscava para me satisfazer, já não me satisfazia mais. Como um viciado em drogas, procurando dia após dia por drogas mais fortes, eu procurava cada vez mais por fontes mais fortes de satisfação. Isso nunca tinha fim até que Deus entrou em cena.

Eu não sei exatamente quando, por que ou como (a não ser, através da intervenção necessária de Deus), mas, um dia, percebi como minha vida estava devastada. Meu pai fumava e tinha parado DE VEZ. Sem adesivos e sem diminuição, ele apenas parou. Então percebi que era isso o que precisava fazer. Eu percebi que Deus era a única maneira de curar meu vazio. Então, apaguei TUDO do meu computador. Todos os sites, os vídeos, as senhas, tudo aquilo que pudesse me conduzir de volta ao lugar onde me tornei uma pessoa horrível. Uma curiosidade ingênua rapidamente tinha se tornado um vício.

Logo depois fui a um retiro cristão. Estava empolgada, mas não esperava o impacto que isso teria em mim. Naquele fim de semana, dediquei minha vida novamente a Jesus Cristo, dizendo a Deus: “Eu quero viver totalmente e completamente para Ti. Eu quero ser uma nova criação (2 Co 5:17), transformada pelo amor que você tem me mostrado. Eu sei que cometi vários erros e até os meus acertos não são dignos de Ti (Isaias 64:6)”. Mas também sei que Deus nos salvou por Sua misericórdia, não pelas coisas que tínhamos feito (Tito 3:4-5). Então, daquele dia em diante, resolvi fazer um compromisso com Deus dizendo que aquilo que Ele pensa é mais importante do que o que eu e o mundo pensamos e tudo o que fizer agora será para Sua glória, coisas que Ele quiser que eu faça.

O amor que senti no retiro foi o que me fez superar. Eu sabia que Deus me amava… Mas tanto assim? Estava rodeada por pessoas que eu não conhecia e elas estavam orando, intercedendo e pedindo por mim, me dando conselhos e expressando o amor que sentiam por mim. Mas por que pessoas completamente desconhecidas estavam demonstrando amor por mim? A Bíblia diz: “Nós amamos porque ele nos amou primeiro” (1 João 4:19). Eles me amavam por sentirem o amor que Deus tinha por eles. E agora que sinto o amor de Deus, quero dividi-lo também com o mundo! Além do amor, experimentei cantar musicas de adoração como nunca antes. Voltei aos meus velhos amigos cristãos e fiz novos amigos. Depois daquele fim de semana era visível a expressão de Jesus em meu rosto e em meus atos. Todos os dias, encontrava uma nova razão para louvar a Deus… Não havia um resquício sequer do vazio que eu sentia antes. Não havia mais raiva, solidão, tristeza ou medo. O Salmo 119:62 diz: “À meia-noite me levanto para dar-te graças pelas tuas justas ordenanças”.

É isso que eu sinto agora. Querendo levantar-me à meia-noite para louvar e adorar ao Senhor pelo que Ele fez por mim e pelos meus amigos. Você nunca é muito novo ou velho para mudar por causa do Senhor: “Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza” (1 Tm 4:12).

Hoje! Hoje, entregue-se total e completamente a Deus. Você não tem nada a perder e a vida eterna a ganhar. Paulo disse: “mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 6:23). Aceite essa oferta e corra, corra para Deus, porque você é e sempre será dEle. Quando o mundo inteiro lhe der as costas, Ele estará lá, porque Ele é, foi e sempre será. Ele ama você.

Sua Escolha / Portal Padom

publicado por institutogamaliel às 17:09


pornograifa Epidemia de pornografia: estamos inundados de pornografia

— Numa conversa com um padre em minha diocese, compartilhei o relatório do meu diretor espiritual de que de cada duas confissões que ele ouve de homens, uma envolve o pecado da pornografia. A resposta do padre foi chocante: “Oh, é muito pior do que isso!” Desde então, essa triste realidade vem sendo confirmada por muitos outros: O pecado da pornografia está assolando os homens católicos.

A pornografia é agora mais popular do que o futebol. Aliás, se tornou o passatempo dos Estados Unidos, e estamos inundados de pornografia. A pornografia está em nossos computadores, em nossos smartphones e nossas TV a cabo ou satélite. É comum em nossos hotéis e até mesmo em muitos estabelecimentos comerciais e postos de gasolina. Para muitos homens — e cada vez mais, mulheres — é parte de suas vidas diárias.
Contudo, o ensino católico sobre o assunto é claro. O uso da pornografia é uma “ofensa grave”. O Catecismo da Igreja Católica declara: “A pornografia… é uma ofensa contra a castidade porque perverte o ato conjugal, a doação íntima dos cônjuges um para o outro. Provoca grave dano à dignidade de seus participantes (atores, vendedores, o público), pois cada um se torna um objeto de prazer vil e lucro ilícito para outros” (2354).
No livro A Vida de Cristo (Life of Christ), o arcebispo Fulton J. Sheen escreveu: “A pena para aqueles que vivem perto demais da carne é jamais entenderem o espiritual”. A pornografia explícita na internet oferece um oceano de perversão. Leva a mente aonde jamais deveria ir, soltando suas amarras morais e deixando-a a deriva num traiçoeiro oceano de pecado. Esse é o destino trágico daqueles que se entregam à pornografia: Eles se acham só com suas imagens e um apetite insaciável por mais.
Embora seja assombroso para muitos, os usuários de pornografia acabam pondo a religião, o casamento, o trabalho e as amizades em segundo lugar depois de seu desejo por pornografia. Eles querem mudar, voltar à vida como era antes da pornografia, mas a maioria voltará e descerá muito mais. A Dra. Mary Anne Layden, diretora do Programa de Trauma Sexual e Psicopatologia do Centro de Terapia Cognitiva da Universidade da Pensilvânia, assemelha a pornografia ao crack. Num depoimento juramentado no Senado dos EUA em novembro de 2004, ela comentou: “Esse material é potente, viciador e fica permanentemente implantado no cérebro”.
Lamentavelmente, para o consumidor normal de pornografia, a confissão e contrição são geralmente insuficientes para se desprender da pornografia porque, como o vício das drogas, a pornografia não é só um mau hábito — é muitas vezes um vício.

Um desejo que não satisfaz

O vício da pornografia é agora comum entre adultos e é até mesmo um problema crescente para crianças e adolescentes. Poucos dos que são viciados conseguirão ajuda, e as consequências podem durar a vida inteira, de forma grave.
A força viciadora da pornografia é consequência de mudanças neuroplásticas de longa duração, às vezes permanentes, no cérebro. O psiquiatra Norman Doidge, autor do livro best-seller “O Cérebro que se Transforma” (The Brain That Changes Itself, Penguin, 2007), escreve: “A pornografia, ao oferecer um harém interminável de objetos sexuais, hiperativa o sistema apetitivo. Os que veem pornografia desenvolvem novos mapas em seus cérebros, com base nas fotos e vídeos que veem. Pelo fato de que se não exercitarmos nosso cérebro, ele ficará fraco, quando desenvolvemos uma área de mapa, ansiamos mantê-la ativada. Exatamente como nossos músculos se tornam impacientes para exercício se ficamos o dia inteiro sentados, assim também nossos sentidos têm fome de ser estimulados” (108).
Com a pornografia, em outras palavras, o sistema de prazer de nosso cérebro que excita nossos desejos é ativado, mas não há real satisfação. Isso explica a razão por que usuários conseguem passar horas sem fim fazendo busca por pornografia na internet.
Doidge comenta, além disso, que os que veem pornografia desenvolvem tolerâncias de modo que eles precisam de níveis cada vez mais elevados de estímulo. Por isso, eles muitas vezes avançam para pornografia mais explícita e pervertida. Mais de uma década atrás, Margaret A. Healy, professora adjunta da Escola de Direito da Universidade Fordham, e Muireann O’Brian, ex-diretora da organização Acabe com a Pornografia, Prostituição e Tráfico de Crianças (APPTC), observaram uma ligação entre pornografia adulta e infantil. Desde aquele tempo, grande número de autoridades policiais, em atividade ou aposentadas, notou que muitos consumidores de pornografia adulta acabam avançando para a pornografia infantil, ainda que não sejam pedófilos e não tivessem nenhum interesse em tal material no início. Essas descobertas explicam, em parte, a prevalência de pornografia infantil no mundo de hoje.
Ver pornografia muda a atitude do usuário para com o sexo, seu cônjuge e a sociedade. Ele ou ela usa fantasias sexuais para se estimular sexualmente, tenta fazer com que os parceiros imitem as cenas pornográficas, tem mais probabilidade de se envolver em assédio sexual ou agressão sexual, e vê o sexo como um privilégio casual, não íntimo e recreativo. Laydon e outros psicólogos clínicos relataram que, ironicamente, a disfunção erétil é comumente associada ao constante uso da pornografia entre os homens. Um dos motivos para isso é que a constante busca de imagens sexuais e masturbação que muitas vezes acompanha isso levam à insatisfação com o próprio cônjuge. Afinal, a esposa de um homem não consegue manter uma imagem que compita com as mulheres no mundo de fantasia dos vídeos e imagens pornográficos. O consumidor normal de pornografia se prepara para desapontamentos e desintegração quase certa de seu casamento.
O amor conjugal foi feito para ser uma entrega total de si para um parceiro permanente e fiel. É uma entrega confiante e abnegada. Em contraste, o sexo pornográfico é egoísta, degradante e mecânico. Em sua catequese sobre a teologia do corpo, o Papa João Paulo 2 frisou que existe uma “bondade moral” no casamento, que é a fidelidade. Essa bondade pode ser adequadamente alcançada apenas no relacionamento exclusivo de ambas as partes. Muitas pessoas não conseguem compreender essa bondade singular e se contentam com o excitamento temporário, pervertido e insatisfatório da pornografia.

Protegendo nossas crianças

Um pai tem o dever de proteger seus filhos da pornografia e uma obrigação sagrada de dar um exemplo de pureza para sua família. Que maior autoridade poderia um pai ter acerca dos danos da pornografia do que as palavras de Cristo? “Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.” (Mateus 5:28)
Se você se tornou consumidor de pornografia, faça a seguinte pergunta para você mesmo: Será que sou o mesmo homem que prometeu fidelidade à minha esposa no dia do meu casamento? Não dá para se manter fidelidade se há consumo de pornografia. As esposas de consumidores de pornografia se sentem como se seus maridos estivessem cometendo adultério. Adultérios mentais são tão destrutivos quanto os adultérios do coração.
Os advogados que trabalham com divórcio relatam que há uma elevada correspondência entre consumo de pornografia e divórcios. Determinado estudo de 2004 na revista Social Science Quarterly com o título de “Adult Social Bonds and Use of Internet Pornography” (Vínculos Sociais Adultos e Uso de Pornografia de Internet) revelou que as pessoas que têm um caso extraconjugal tinham uma probabilidade três vezes maior de ter acessado a pornografia de internet do que as pessoas que não tinham casos. Além disso, aqueles que tiveram alguma experiência de sexo pago tinham uma propensão 3,7 maior de estar usando pornografia de internet do que aqueles que não tiveram.
Se você tem um hábito de pornografia, seus filhos poderão seguir seu hábito. Muitos viciados em pornografia relatam que sua primeira exposição à pornografia foi quando descobriram a coleção de pornografia de seus pais, a qual os iniciou numa vida de confusão e exploração sexual. Uma pesquisa de 2006 do Centro Nacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas revelou que 79 por cento dos jovens sofrem exposição indesejada à pornografia dentro de casa.
Para uma criança, a pornografia normaliza os danos sexuais, de acordo com a Dra. Sharon Cooper, pediatra da Universidade da Carolina do Norte. “As pesquisas mostram que o córtex pré-frontal — onde reside a capacidade de avaliar, o bom senso, controle de impulsos e emoções — só fica completamente maduro quando o jovem tem 20-22 anos de idade”, explicou ela. A introdução da pornografia no córtex pré-frontal do cérebro é, pois devastadora para as principais áreas do desenvolvimento de uma criança e pode provocar alterações que durarão a vida inteira. “Quando uma criança vê pornografia adulta… o cérebro dela a convencerá de que ela está realmente experimentando o que está vendo”, acrescentou Cooper. Em outras palavras, o que uma criança vê na pornografia é o que ela acredita que é a realidade.
Algumas crianças realmente procurarão imitar o que veem na pornografia e tentarão experiências com seus irmãos, parentes e amigos. Muitos estudos mostram que crianças expostas à pornografia iniciam a atividade sexual muito precocemente, têm mais parceiros sexuais e têm múltiplos parceiros num curto período de tempo. Um estudo de 2001 na revista Pediatrics também revelou que meninas adolescentes expostas a filmes pornográficos têm sexo mais frequentemente e têm um desejo forte de engravidar.

Há ajuda e esperança

Felizmente, há organizações, conselheiros e recursos que fornecem esperança para aqueles que sofrem dos efeitos destrutivos da pornografia em crianças, casamentos, relacionamentos e sociedade. Muitos que estão viciados — adultos e crianças igualmente — receberam ajuda por meio de aconselhamento ou instruções detalhadas online oferecidas por serviços de restauração.
Entretanto, é muito importante que cada pessoa e cada família faça uma checagem da realidade. Pergunte para você mesmo se você e sua família estão protegidos do flagelo da pornografia. Você exerce controle adequado do que seus filhos veem ou tem softwares de filtragem no computador de sua casa? O computador está numa área aberta de sua casa? Se você tem filhos, você já conversou com eles acerca do custo espiritual e social da pornografia? Você tem canais pagos de satélite ou a cabo em sua TV que oferecem pornografia em pacotes normais?
Se você está vendo pornografia ou material indecente, você está prejudicando sua própria alma e talvez a alma de seus filhos e seu cônjuge. O aviso bíblico é sério: “Se teu olho te faz pecar, arranca-o” (Marcos 9:47) No mínimo, certifique-se de que seu computador em casa e no escritório tenha filtros e que você tenha um “companheiro a quem prestar contas” — talvez sua esposa ou um bom amigo — que tenha acesso ao seu computador e aos sites que você visita. Em conclusão, envolva-se na guerra contra a pornografia. Vale a pena lutar por você, sua família e sua nação.
Patrick A. Trueman é o presidente de Morality in Media. Membro do Conselho São Francisco Xavier 6608 em Buffalo, Minnesota, Trueman serviu como diretor da Seção de Exploração e Obscenidade Infantil da Divisão Criminal do Ministério da Justiça dos EUA, durante os governos dos presidentes Ronald Reagan and George H.W. Bush.
Há numerosos recursos para ajudar homens e mulheres com vício pornográfico. Eis apenas alguns em inglês:
Dá para se encontrar muitos outros pesquisando a internet.
por: Patrick A. Trueman

Traduzido por: Julio Severo

Fonte: Noticias Pró Família / Portal Padom

publicado por institutogamaliel às 17:08


Cristãos têm lançado uma campanha para proteger as crianças da pornografia na internet. A Premier Christian Media Trust e a campanha do grupo SaferMedia, estão pedindo ao governo para mudar a lei que obriga os provedores de serviços de internet (ISP) a introduzir um filtro em nível de rede que mudaria a configuração padrão para a pornografia na internet em ‘off’.

A mudança daria aos pais um controle maior socriança vendo pornografia Cristãos exigem mais restrição e controle sobre a pornografia na web bre o que seus filhos são capazes de acessar através da internet, através de uma filtragem da pornografia.

De acordo com a Premier, um em cada três crianças de 10 anos de idade, viu pornografia online, enquanto o maior grupo que vêem pornografia on line são entre 12 e 17 anos de idade.

O lançamento da Campanha Safetynet, coincide com o Dia da Internet mais segura hoje em dia.

Peter Kerridge, diretor executivo da Premier Christian Mídia Trust, disse que a pornografia é um “perigo real” para as crianças.

“Nossos filhos são uma questão de primordial importância para aqueles que são envolvidos no mundo da pornografia online. Reconhecemos a necessidade de adotarmos medidas para proteger nossos filhos do sexo e da violência em filmes, vídeo games e da televisão. Esse mesmo princípio deve-se estender-se a internet”.

“Esta medida permitirá aos adultos a opção de acessar pornografia e dar às crianças a liberdade para navegar na Internet com segurança.”

Miranda Suit, co presidente da Safermedia disse: “A introdução de filtros de nível ISP têm o potencial de oferecer proteção muito melhor para todas as crianças, e é por isso que estamos argumentando que esta medida seja aplicada de imediato.”

Portal Padom

publicado por institutogamaliel às 17:06

Quarta-feira, 04 de Abril de 2012

A Revista Americana “The Rolling Stones Magazine”, de renome internacional e sendo uma revista do mundo secular, em 2007 publicou uma matéria alarmante nos EUA. Tal revista relatou que 50% dos evangélicos fazem uso de pornografia. Creio que até para o povo do mundo essa noticia foi assustadora. Quem poderia pensar que o povo de Deus estaria se viciando mais e mais a cada dia a um pecado condenável pela bíblia – imoralidade sexual (i.e; Pornografia).

Em meu trabalho de Terapia Sexual Cristã Online (www.terapiasexualcristao.wordpress.com) tenho visto e assessorado a muitos evangélicos que estão passando por grandes lutas em suas vidas sexuais. De homossexualismo a disfunções sexuais, no meio das igrejas há centenas de pessoas padecendo de tais males no silêncio da falsa moralidade hipócrita de muitas igrejas. Sem apoio ou com quem se abrirem passam por angustias e dores que às vezes chegam até voltarem ao mundo. AQUI VOCÊ VERÁ COMO CONSEGUIR AJUDA SE ESTE FOR O TEU CASO. VEJA ABAIXO OS PASSOS PARA SER LIBERTO.

SE O QUE BUSCA AQUI É UMA PREGAÇÃO TE AVISO QUE ISSO VOCÊ NÃO ENCONTRARÁ. COMO PASTOR, AQUI NÃO ESTAREI PREGANDO MAS ESTAREI FALANDO ABERTAMENTE COM VOCÊ DAQUILO QUE TALVEZ EM SUA IGREJA OU GRUPO DE AMIGOS NÃO SE FALA. SEREI DIRETO E OBJETIVO.

Jovens, adultos e até mesmo ministros e obreiros que servem a Deus em toda sinceridade e que verdadeiramente estão buscando um apoio, explicação e ajuda para se verem livres de diversos problemas sexuais, do qual a masturbação e pornografia são apenas mais um entre outros.

Entre os tipos de perguntas e declarações que ouço comumente estão:

“Pastor sou ministro de Deus e tenho um chamado mas não consigo deixar a pornografia, de tempo em tempo eu caio… ajuda-me?”

“Pastor não consigo deixar de ver sites pornôs.. eu tento o máximo, mas caio às vezes…. Como posso ser liberto?”

“Estou na igreja, tenho tendência homossexuais e não quero isso em minha vida e não tenho com quem falar mas quero servir a Deus… preciso de ajuda.”

A pergunta de um milhão de Dólares é: Como posso ser liberto? Como posso deixar de ver pornografia e de masturbar-me?

PORNOGRAFIA – Pornografia foi e tem sido a forma mais hábil de satanás para debilitar e destruir a vida moral do ser humano. Aquilo que parece ser, e que na verdade é prazeroso, resta apenas por um momento – quando se masturba ou se fantasia em praticar o que se vê.

Assim como eu, todos aqueles que já foram (ou ainda são) viciados em pornografia sabem que no momento em que se masturba e se ejacula, a alegria, satisfação e gozo do ato de masturbação ou sexo passa num segundo e o que resta é um vazio grande. E pior – quando o individuo é cristão esse sentimento de vazio vem acompanhado de culpa pelo pecado, fazendo-o pensar: “Porque eu fiz isso… pequei por algo que nem valeu a pena.” É assim que o diabo faz conosco nos tenta, nos seduz e quando caímos nos acusa, contudo ele não nos força a fazê-lo.

Aquilo que parece ser bom a principio, se torna um câncer para a alma do ser humano, que se não combatido a tempo, pode levar os seus praticantes a uma decadência moral e espiritual sem retorno.

As conseqüências da pornografia estendem-se além do pecado e da frieza espiritual. Sendo o pecado apenas uma das mais graves conseqüências de tal vicio, a pornografia também tem causado:

* Destruição de matrimônios;

* Violência sexual doméstica;

* Abusos sexuais a menores;

* Alteração do comportamento sexual (fantasias sexuais causam desejos de novas experiências);

* Problemas de ejaculação precoce (pornografia pode levar ao impulso descontrolado de masturbação);

* Incentivo ao mercado de prostituição de adultos e menores;

A revista gospel americana “The Good News” recentemente publicou um artigo onde estudos comprovam que 45% dos que hoje são pedófilos e abusadores sexuais, foram crianças normais que se tornaram viciadas à pornografia, a qual alterou seus comportamentos sexuais. Entre os 45% entrevistados 60% admitem terem feito o uso da pornografia diariamente.

O problema é que agora o diabo tem conseguido por meio da internet infiltrar com facilidade em todos os lares, principalmente nas casas dos cristãos, que por muito tempo por não tinham acesso nem eram expostos com tanta rapidez e discrição a materiais pornográficos como são hoje, por meio de milhares de sites na internet.

Evangélicos agora são atacados com a tentação do “ver só um pouquinho de curiosidade”. O cristão se tornou exposto ao mundo pornográfico na ponta do click… Para ter acesso a mundo ate então pouco explorado pelos cristãos (pornografia online e sem barreiras) basta um clique. E quando você não a busca (pornografia) você a recebe ou a lê nos títulos de suas mensagens de emails persuadindo-nos com palavras que nos inspiram confiança e curiosidade sobre aquela mulher ou vídeo ou fotos… que terminam sendo a isca para entrarmos num mundo onde o vicio vem num minuto, o controlável se perde o controle, e a libertação cada dia mais longe…

Quem poderá resistir tanta tentação? “… Posso fazer e Ninguém verá. Não tenho que pagar…” Num abrir e fechar de paginas está: o prazer gratificante (temporário e destruidor) de um lado, e a vida cotidiana e estressada daqueles que somente buscam um alivio do outro… Como resistir???

Bate papos do UOL, BOL, e dezenas de outros mais são hoje funcionam como um ponto de encontro sexual. Transam-se online, adulteram-se online, e os crentes terminam sendo enfeitiçados com o prazer secreto. Irmãos se você usa bate-papo como uma porta de amizade com teor sexual saiba que quanto mais entra mais difícil sair é. Os pecados sexuais, as fantasias e os papos somente escalam e o que começou como brincadeira se torna um vicio que tem destruído muitos casamentos.

Feche essa porta em tua vida. Interrompa hoje as amizades que você sabe que já se tornaram comprometedoras. Para fazer um analise do que você faz, se é de Deus ou não, simplesmente veja e pergunte se o que você está fazendo se Jesus o faria também? Ou se seu esposo ou esposa ou pais aprovariam? Se a resposta for não, então você não deveria estar involvido com esses jogos perigosos. A adrenalina é boa mas mata quando esta fora de balance.

Pornografia tem sido o meio do diabo para debilitar a vida cristã de ambos os sexos. Antes pornografia era coisa de homem, atualmente até mesmo as mulheres já buscam o uso de tal. Hoje é comum relatos ate mesmo de pastores que estão tendo seus ministérios e famílias destruídas por causa do vicio da pornografia. Aquela imagem de sexo que causa a momentânea excitação é apenas a ponta do iceberg que está se formando em contra de nossas mentes.

Pornografia ao entrar em nossas vidas nos leva a dependência. Como você pode notar a bíblia do início ao fim tratou com imoralidades e pecados sexuais. Por quê? Porque os pecados sexuais e de imoralidades sexuais afetam a alma do homem (intelecto, razão, vontades, sentimentos), levando-o uma falência espiritual onde poderá chegar até mesmo à morte do espiritual do individuo. A pornografia causa uma fortaleza nas mentes pelo fato de que o homem em geral é vulnerável aos desejos e impulsos carnais (alma irregenerada). A menos que o individuo não decida a deter esse mal, assim como a coca e o crack são para o viciado, assim será a dependência de tal individuo ao uso de pornografia – nunca acabará.

PORNOGRAFIA NÃO É SOLUÇÃO NEM REFÚGIO!

Quando eu era viciado em pornografia (como há milhares que ainda hoje são) eu buscava na pornografia um refugio para minhas satisfações sexuais. Mesmo no inicio de meu casamento quando eu pensava que isso perderia importância eu me encontrava justificando o uso de pornografia por diversas razões. Foi ai que vi que aquilo já era um vicio do qual eu não tinha domínio algum, pois estando casado e com uma vida sexual saudável no casamento não justificava o que antes eu alegava ser o motivo.

Caro amigo(a) irmão (a), eu sei que uns alegam o uso da pornografia por não terem:

* Esposas ou esposos;

* Outros por desejarem algo mais na relação (uma pimenta na hora no sexo);

* Outros por não terem uma vida sexual satisfatória com suas parceiras (os);

* Outros simplesmente para aliviarem o stress de cima;

Seja qual for à possível razão ou justificativa para a prática e uso de pornografia quero te dizer que pornografia é uma saída temporária e que no final acabará cobrindo uma necessidade mas te levando a outra pior. Eu te asseguro que se você é acostumado à pornografia, a se masturbar freqüentemente, você sabe que isso não tem valor depois da ejaculação. Olhamos para traz e vemos algo sem necessidade de fazer, e os problemas que talvez fossem a razão que nos levou a praticar tal coisa continuam la do mesmo modo. É nesses momentos que percebemos que estamos enganando a nós mesmos, porém não temos forças para deixá-la. PORNOGRAFIA É VICIO E DEVE SER COMBATIDO.

COMO COMBATER A PORNOGRAFIA E MASTURBAÇÃO

GUARDE TEUS PENSAMENTOS… VOCÊ TERÁ QUE FREIAR SUA MENTE…. A BATALHA DE CONTRA A PORNOGRAFIA E MASTURBAÇÃO SE GANHA POUCO A POUCO… PASSO A PASSO… O (A) JOVEM CRISTÃO PASSA POR GRANDES LUTAS E O SENHOR O ENTENDE. TANTO OS QUE NAMORAM, COMO TAMBÉM OS SOLITARIOS, E ATÉ MESMO OS CASADOS, TODOS PODEM SER VÍTIMAS DESSE MAL… ALGUNS SÃO INCONTROLÁVEIS E SENTEM A NECESSIDADE DE MASTURBAREM-SE VÁRIAS VEZES AO DIA, ENQUANTO OUTROS SÃO OCASIONAIS. A PORNOGRAFIA SOMENTE SE TORNA O COMBUSTIVEL DO VICIO DA MASTURBAÇÃO. DE UMA FORMA OU DE OUTRA A CAUSA DISTO É DEVIDA A UM FATOR PRINCIPAL: FALTA DE RENOVAÇÃO DA MENTE (Rm 12:1-2).

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformada pela renovação do vosso entendimento (MENTE), para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Rm 12:1-2).

Por isso, rejeitando toda a imundícia e superfluidade de malícia, recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar as vossas almas.” (Tg 1:21)

GERALMENTE OS HOMENS QUE SÃO CONTROLADOS PELA PORNOGRAFIA E MASTURBAÇÃO NÃO CONSEGUEM EXERCER NENHUM CONTROLE SOBRE SUAS MENTES. MESMO SENDO CRISTÃOS, FORAM NASCIDOS DE NOVO NO ESPIRITO PORÉM A PARTE DO HOMEM QUE CORRESPONDE A MENTE (ALMA=VONTADE,SENTIMENTOS, INTELECTO=MENTE), PRECISA SER RENOVADA, TRANSFORMADA E REDIMIDA POR MEIO DO ESPIRITO E A PALAVRA DE DEUS:

VOCÊ É QUEM DEVE CONTROLAR AONDE VÃO TEUS PENSAMENTOS…. QUANDO COMEÇAR A SENTIR TENTAÇÃO, OU QUANDO SE SENTIR IMPULSIONADO A PENSAR EM ALGO RELACIONADO AO SEXO, ESFORCE-SE PARA RESISTIR A TAIS PENSAMENTOS. NÃO COMBATA PENSAMENTOS COM PENSAMENTOS. COMBATA-OS COM A PALAVRA DE DEUS. RECUSE-SE A PERMITIR QUE ESSES PENSAMENTOS FIXEM EM SUA CABEÇA. REJEITE-OS NO PRIMEIRO INSTANTE QUE APARECEREM, POIS SE VOCÊ DEIXÁ-LOS DAR UMA VOLTINHA PODE SER QUE VOCÊ COMECERÁ A CONSIDERÁ-LOS E DAÍ PARA SE TORNAR UMA REALIDADE É UM PULO.

SE VOCÊ ANALIZAR BEM VOCÊ CONCORDARÁ QUE VOCÊ NUNCA SE MASTURBOU SIMPLESMENTE POR MASTURBAR. NÃO, TUDO COMEÇOU COM UM PENSAMENTO O QUAL GEROU O DESEJO E CONSEQUENTEMENTE GEROU O ATO. (Tg. 1:14-15)

JEJUM, ORAÇÃO E LEITURA DA PALAVRA SERÃO FUNDAMENTAIS PARA QUE VOCÊ POSSA FORTALECER SEU ESPIRITO. É SOMENTE COM UM ESPIRITO ALIMENTADO E FORTALECIDO POR DEUS É QUE VOCÊ TERÁ CONDIÇÕES DE COMBATER TAIS PENSAMENTOS. EU FIZ JEJUNS DIÁRIOS, DE MEIA-NOITE ÀS 4 DA TARDE TODOS OS DIAS POR UM PERIODO DE 5 MESES. ISSO ME AJUDAVA A ESTAR MAIS CONSCIENTE DE DEUS NA MINHA VIDA E ME DAVA FORÇA PARA NÃO PENSAR EM IMORALIDADE, POIS SABIA QUE DEUS ESTAVA CONHECENDO MEUS PENSAMENTOS. FAÇA ISTO, QUANTO VIER PENSAMENTOS SUJOS EM SUA MENTE FALE AOS PENSAMENTOS TEUS QUE JESUS ESTA OS VENDO, SE VOCÊ TIVER TEMOR DE DEUS E ESTIVER CONSCIENTE DA ONISCIÊNCIA E ONIPRESENCIA DELE ISSO TE DARÁ TEMOR E VALOR PARA RESISTIR AOS PENSAMENTOS QUE AINDA NÃO SE TORNARAM PECADO. O JEJUN DEIXARÁ SEU ESPIRITO E CONSCIÊNCIA MAIS SENSIVÉIS AO ESPIRITO DE DEUS E ISSO A FORÇARÁ A FREIAR-TE ANTES QUE VOCÊ POSSA LEVAR TUA MÃO AO PENIS PARA MASTURBAR-SE.

A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!” (MT. 6:22)

GUARDE SEUS OLHOS DECIDA NÃO ACESSAR SITES PORNO. EVITE COLOCAR SEUS OLHOS ONDE NÃO DEVE. OS OLHOS SÃO A ENTRADA DE TEU CORPO E ALMA, SE O QUE VOCÊ VÊ É BOM E PURO SERA DE EDIFICAÇÃO, MAS SE O QUE VOCÊ ESTÁ OLHADO FOR IMPURO OU SUSPEITO VOCÊ ESTARÁ CORRENDO O RISCO DE SE CONTAMINAR COM ALGO QUE PODE DESENCADEAR DESEJOS IMPUROS, EXCITAÇÕES DESNECESSÁRIAS, E VONTADES INCONTROLÁVEIS. EU TIVE QUE ME ESFORÇAR E DISCIPLINAR A DIREÇÃO DE MEUS OLHOS POIS EU AS VEZES PASSAVA PERTO DE ALGO QUE ERA DE CONTEUDO PORNO OU SEMELHANTE E TINHA QUE VIRAR MEU ROSTO PARA O OUTRO LADO. ESSES TIPOS DE ESFORÇOS LEVAM VOCÊ A COMEÇAR A DESENVOLVER CARATER, DETERMINAÇÃO E DOMINIO PRÓPRIO.


EVITE OS LUGARES ONDE VOCÊ TEM FACILIDADE PARA MASTURBAR-SE E TER ACESSO A PORNOGRAFIA. POR EXEMPLO: SE FOR AO BANHEIRO TOME BANHO DE PORTA ABERTA (SE ISSO FOR POSSIVEL), ASSIM VOCÊ TERA UM POUCO MAIS DE TEMOR DE ALGUÉM VE-LO; OU SE FOR USAR O VASO LEVE ATE A BIBLIA JUNTO, FAÇA O QUE TIVER DE FAZER PARA ANULAR AS OPORTUNIDADES QUE O LEVA A ACESSAR MATERIAIS OU SITES PORNOGRÁFICOS, OS QUAIS LEVAM AO VICIO DA MASTURBAÇÃO.

FUJA DA PORNOGRAFIA COMO VOCÊ FUGIRIA DE UM CANCER. EVITE BATE-PAPOS NA INTERNET E ATE CORTE-A SE VOCÊ NÃO TIVER CONTROLE AO PRINCIPIO DE SUA LIBERTAÇÃO. SE TIVER MATERIAL PORNO EM CASA JOGUE TUDO FORA, NÃO DEIXE NADA COMO RESERVA PENSANDO QUE VOCÊ PODERÁ RESISTIR. FAÇA O QUE TIVER DE FAZER PARA CONQUISTAR O DOMINIO SOBRE TEU CORPO E MENTE (ALMA/INTELECTO/PENSAMENTOS/VONTADES).

SE VOCÊ É CASADO E O QUE ESTÁ TE LEVANDO AO PECADO DE MASTURBAÇÃO É O FATO DE QUE SUA ESPOSA NÃO É SEXUALMENTE ATIVA COM VOCÊ, TENTE CONVERSAR COM ELA E EXPLICAR TEU PROBLEMA E LUTA E VEJA SE ELA PODE COOPERAR CONTIGO MANTENDO UMA VIDA SEXUAL MAIS ATIVA… CONTUDO NAO ACONSELHO ISSO COMO SAIDA… VOCÊ TEM MESMO É QUE COMEÇAR A EXERCER CONTROLE E DOMINIO PROPRIO SOBRE SEUS DESEJOS SOMENTE JEJUM E ORAÇÃO COM A MENTE E NO ESPIRITO (LINGUAS) É QUE TE DARA FORÇAS EM TEU ESPIRITO PARA QUE POSSAS RESISTIR AOS IMPULSOS DA CARNE.

CORTE AS MÁS INFLUÊNCIAS, PESSOAS, AMIGOS, COSTUMES E CONVERSAS QUE TE LEVAM AO PECADO, QUE TE INFLUENCIA A VER OU ACESSAR ALGO IMORAL. É MUITO COMUM TERMOS AMIGOS OU AMIGAS QUE LHES ENCANTAM NOS FALAR DE COISAS IMPURAS, PRINCIPALMENTE SOBRE BRINCADEIRAS VERBAIS COM TEOR SEXUAL. EVITE-OS. EVITE QUALQUER UM OU QUALQUER COISA QUE LEVANTARÁ EM TI DESEJOS SEXUAIS. VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL PELA SUA LIBERTAÇÃO. EMBORA TODO PECADO SEJA PROVENIENTE DE SATANAS, MASTURBAÇÃO E PORNOGRAFIA NÃO É EM TI UM DEMONIO NEM ESPIRITO, É UM PROBLEMA DA CARNE, A QUAL DEVE SER CRUCIFICADA, SIGNIFICANDO QUE VOCÊ TERÁ QUE SACRIFICAR-SE E PAGAR UM PREÇO PARA RESISTIR AO PECADO E TER DOMINIO PRÓPRIO SOBRE TEU CORPO. DEUS JÁ TE CAPACITOU POR MEIO DO ESPIRITO SANTO E DA PALAVRA PARA QUE VOCÊ POSSA FAZER TAL.

COMECE COM ESSES PASSOS E ENTRE EM CONTATO COMIGO POR EMAIL E ME FALE DO PROGRESSO. QUANTO AO TEMPO SEJA PACIENTE… COMO DISSE GANHE UMA VITORIA AO DIA.. CAIU NO MEIO DO PROCESSO? LEVANTA-SE DE NOVO. O IMPORTANTE É SEGUIR E SABER QUE DEUS NÃO TEM PRESSA CONTIGO… ELE TE CHAMOU E ELE TE LIMPARÁ TAMBÉM.

OUTRA COISA QUE QUERO TE FALAR ANTES QUE ESQUEÇA: DEUS SABE QUE DENTRO DO TEU CORAÇÃO VOCÊ NÃO DESEJA SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA NEM DA MASTURBAÇÃO E QUE VOCÊ NÃO QUER ISSO NA TUA VIDA. ELE FOI AQUELE QUE TE ESCOLHEU ANTES DO TEU NASCIMENTO… ELE TE VIU SENDO FORMADO DENTRO DO VENTRE DA TUA MÃE. SENDO ASSIM DEUS ANTES DE TE CHAMAR PARA O MINISTÉRIO ELE JA SABIA DE TODA TUA VIDA (PASSADO, PRESENTE E FUTURO), E MESMO COM TODOS TEUS DEFEITOS ELE DECIDIU TE ESCOLHER E USAR.. NÃO PELA SUA FORÇA E JUSTIÇA, MAS POR MEIO DA DE CRISTO. É NO MEIO DAS TUAS DEBILIDADES QUE ELE SE GLORIFICA, POIS VOCÊ RECONHECE QUE SE NÃO FOSSE PELA MISERICORDIA DELE NÃO ESTARIA ONDE VOCÊ ESTA. JESUS SABE DA NOSSA IMPERFEIÇÃO, PORÉM OS IMPERFEITOS, QUE NÃO SE JULGAM DIGNOS SÃO OS QUE TERMINAM SENDO MAIS USADOS, POIS NÃO DEPENDEM DE SUAS PRÓPRIAS FORÇAS E SIM DE DEUS 2 Co. 4:7

SE VOCÊ REALMENTE É SINCERO EM TEU CORAÇÃO PARA COM DEUS, ELE TE SUSTENTARÁ PELAS MÃOS ATE VOCÊ SER LIBERTO. DEUS ESTÁ TRATANDO COM ISSO EM TUA VIDA AGORA MESMO. SEJA PACIENTE CONTIGO. ISTO É UM PROCESSO E JESUS QUE TE CHAMOU, ELE TAMBÉM TE CAPACITARÁ PARA TERMINÁ-LO. DEIXE ESSA SITUAÇÃO ENTRE VOCÊ E DEUS. NINGUÉM PRECISA SABER, POIS FÁCIL SERÁ PARA HOMENS TE CONDENAREM, ENQUANTO ELES MESMOS TALVEZ ESTEJAM SUJOS EM AREAS PIORES QUE A SUA. E LEMBRE AO DIABO QUE VOCÊ ESTA EM PÉ PELA GRAÇA DE DEUS.

VEJA ISTO: ANTES QUE DAVI COMETESSE TODOS OS PECADOS QUE ELE COMETEU DEUS JÁ O HAVIA DECLARADO COMO UM HOMEM DE ACORDO COM SEU CORAÇÃO. VOCÊ PENSA QUE DEUS NÃO SABIA DOS GRANDES PECADOS QUE DAVI HAVERIA DE COMETER? LOGICO QUE SIM. CONTUDO DAVI TINHA UM CORAÇÃO LIMPO PARA DEUS E QUANDO ERRAVA ERA RAPIDO PARA ARREPENDER. NO ESPIRITO DAVI ESTAVA RETO, CONTUDO MILITAVA COM SUA CARNE ASSIM COMO QUALQUER HOMEM. MESMO ASSIM DEUS O DECLAROU COMO UM HOMEM DE ACORDO COM SEU CORAÇÃO.

SE VOCÊ PECOU ANTES DE IR PARA A IGREJA OU ANTES DE PREGAR, SEJA RAPIDO PARA SE ARREPENDER E CUBRA-TE COM O SANGUE DE JESUS E DE UM PASSO ADIANTE.. DIGA A SATANAS QUE SIM VOCÊ FALHOU MAS JESUS TE PERDOOU.. SIM VOCÊ ERROU MAIS UMA VEZ.. CONTUDO JESUS DISSE QUE SE VOCÊ CONFESSAR TEUS PECADOS ELE O PERDOARIA. LEMBRE-SE DISSO: VOCÊ NÃO SE LEVANTA PARA PREGAR NA TUA JUSTIÇA E SIM NA DE CRISTO… DEUS NÃO ESTÁ COM RAIVA DE VOCÊ, ELE ENTENDE PERFEITAMENTE ONDE VOCÊ ESTA ESPIRITUALMENTE. DEUS É COMPREENSIVO E PACIENTE… OS HOMENS TE ACUSAM E ETC, MAS DEUS QUE CONHECE O CORAÇÃO DO HOMEM PENSA E JULGA DIFERENTE. CONTUDO É NECESSARIO TER UM CORAÇAO DISPOSTO A MUDAR E NÃO ESTAR PECANDO POR PECAR PORQUE AI SERIA ABUSAR DA GRAÇA E BUSCAR CONDENAÇÃO. DÉUS É AMOR MAS TAMBÉM É FOGO CONSUMIDOR.

ESTAREI AQUI ORANDO POR TI… JESUS JA TEM TUA VITÓRIA.. NÃO PERMITA O DIABO TE ENGANAR E ACUSAR… FALHO? PEÇA PERDÃO E LEVANTE A CABEÇA.. NÃO FALE COM NINGUÉM SE NÃO QUISER, DEUS É TEU MELHOR AMIGO, CONFESSE A ELE. EVITE O PECADO!… FUJA DAS TENTAÇOES E EVITE TUDO E TODOS QUE POSSAM INFLUENCIAR SUA VIDA SEXUAL… PORQUE AS VEZES QUEREMOS A LIBERTAÇAO MAS QUEREMOS GUARDAR PERTO DE NÓS AQUILO QUE NOS FAZ PECAR.

EU FUI LIBERTO E VOCÊ SERÁ TAMBÉM. SEJA PACIENTE. TUA VITÓRIA ESTÁ A CAMINHO E A OBRA QUE DEUS COMEÇOU ELE PROMETEU TERMINAR (Fp.1:6).

publicado por institutogamaliel às 19:37


O mal silencioso da pornografia nas igrejas

A maioria dos pastores acredita que a pornografia tem impactado negativamente a vida dos membros de sua igreja, mas quase metade deles não consegue estimar quantos de seus fiéis tem acesso regular a material pornô.

Esta é a conclusão de uma pesquisa recente realizada pelo centro de pesquisas da LifeWay, que entrevistou 1.000 pastores nos EUA.

Quando questionado se a pornografia tem afetado negativamente as vidas dos membros de suas igrejas, 69% dos pastores ​​concordaram. Destes, 42% concordaram plenamente e 27% dizem concordar apenas parcialmente. Há 9% que discordam parcialmente e 8% discordam totalmente. Apenas 14% não sabem ou preferiram não responder.

“A maioria dos pastores conhece os efeitos venenosos da pornografia”, explica Ed Stetzer, presidente da LifeWay. ”Eles viram que isso só serve para destruir casamentos, afundar vidas e deformar a moral quando se trata de sexualidade.”

Quando solicitados a estimar o percentual de homens em suas congregações que veem pornografia toda semana, 43% são souberam ou não quiseram responder. Entre os que se dispuseram a fazer uma estimativa, 62% dos pastores acredita que menos de 10% da congregação. Cerca de 24% dos sacerdotes dizem que de 10 a 24% dos seus membros veem, enquanto 10% dos pastores estimam que entre 25 e 49% dos fiéis tem esse hábito e apenas 4% dos pastores admitiram que 50% ou mais dos cristãos gostam de ver pornografia.

Os números são semelhantes quando os pastores foram questionados sobre o hábito das mulheres de suas igrejas em ver pornografia. Quarenta e quatro por cento dos entrevistados são incapazes ou não sabem estimar quantas fiéis em suas congregações gostam de ver pornografia ao menos uma vez por semana. Entre os que admitem o problema, 87% dos pastores acreditam que menos de 10%, apenas 10% dizem que de 10 a 24% da congregação e 3% estimam que entre 25 e 49% das cristãs de sua igreja tem esse hábito. Nenhum dos entrevistados disse que 50% ou mais membros da igreja fazem isso.

Estatísticas de outros estudos similares, entretanto, sugerem que os pastores tendem a subestimar os efeitos da pornografia entre seus fiéis.

Estima-se que 43% das pessoas que usam a internet visitam sites pornográficos. Cerca de 40 milhões de americanos visitam regularmente esse tipo de site. Imagens ou filmes pornográficos representam 35% de todos os downloads da internet. Dos 40 milhões de visitantes regulares, 33% são mulheres. Cerca de 70% dos homens com idade entre 18 e 24 visitam sites pornográficos pelo menos uma vez por mês.

“Embora geralmente os pastores saibam que a pornografia é prejudicial, muitos parecem não perceber que isso está chegando até a casa de seus membros”, disse Stetzer. ”Um grande número de membros de igrejas estão incluídos na estatística que mostra que quase metade dos usuários da Internet visitam sites pornôs. Ficamos surpresos que muitos líderes não puderam ou não quiseram pensar seriamente sobre como a pornografia é difundida dentro da igreja. Se um terço acha que menos de 10% dos homens estão olhando pornografia e quase metade dos pastores não tem certeza, podemos perceber claramente uma falta de consciência sobre a presença do pornô em seus lares. Estudos anteriores mostram que os cristãos comprometidos se mantêm mais afastados da pornografia, mas essa questão ainda é um grande problema que a igreja deve enfrentar”.

Recentemente, o pastor Ed escreveu um artigo que foi publicado no Enrichment, uma revista publicada pelas Assembleias de Deus, onde dizia: “A igreja recebeu tudo que é necessário para lidar com a sexualidade dentro de uma perspectiva bíblica. As Escrituras ensinam claramente o plano de Deus para o sexo. No entanto, nós tropeçamos desajeitadamente no lidar com essas questões. Se a igreja se recusa a abordar de frente esse tipo de assunto, não somente nos tornamos irrelevantes, mas deixamos muitas perguntas sem resposta. Assim, nunca vamos resolver esse problema”.

Ele questiona ainda a dificuldade ou simplesmente o silêncio total sobre o assunto nos púlpitos da maioria das igrejas. Parece que o assunto ainda é tabu ou, no mínimo, desconfortável para a maioria dos pastores pregarem a respeito ou discutir abertamente com os membros de suas igrejas.

Traduzido e Adaptado por Gospel Prime de Charisma News
publicado por institutogamaliel às 12:48


Os números da pornografia realmente assustam, nos fazendo questionar mais uma vez, sobre aonde iremos chegar. O que mais impressiona não é a proporção e força com que a pornografia invade a vida das pessoas em geral, mas a forma rápida e expressiva com que invade a igreja, atingindo membros, líderes e pastores. Os números, estatísticas e estimativas que apresentaremos a seguir vieram de sites brasileiros e americanos e infelizmente não existem dados atualizados. As melhores pesquisas foram realizadas nos anos de 2005 a 2007, por isso os dados atuais podem ser muito mais devastadores que imaginamos.

As crianças são vítimas inocentes da pornografia e abusos relacionados a ela em todo mundo. De acordo com um levantamento feito pela Folha de São Paulo, em abril de 2001 os usuários de 2 a 11 anos de idade correspondiam a 4,76% dos internautas, hoje chegam a 6,56% só no Brasil. Estes números revelam que quase 5 milhões de crianças brasileiras tem acesso à internet, na maioria das vezes sem nenhum controle ou fiscalização por parte dos pais, uma vez que os computadores estão assumindo a posição de “babá eletrônica que antes foi da televisão”.

Os números a seguir são do ano de 2006 e foram coletados em sites americanos. Eles apontaram que por dia já eram feitas 116.000 buscas por pornografia infantil em motores de busca e comprovaram a existência de 100.000 mil sites do gênero postando 20.000 novas imagens a toda semana.

O mesmo estudo apontou que 89% dos jovens que entram em salas de bate-papo já fizeram ou receberam solicitações sexuais. E que ao todo, já existiam em 2006 por volta de 4,2 milhões de sites que exibiam 420 milhões de páginas chegando a um provável número de 3 bilhões de imagens e vídeos eróticos. Só nos Estados unidos já existiam 40 milhões de usuários de pornografia na internet sendo que 53% retornam diariamente ou semanalmente e 10% destes usuários admitem ter vício sexual na internet. 72% dos consumidores de pornografia são homens e 28% são mulheres e o vício atinge tanto um como o outro.

No meio cristão não é diferente. Segundo o fundador do “Pure Life Ministres” Steve Gallagher, o número de evangélicos e até pastores seduzidos pela pornografia é dramático. A pornografia e o vício sexual entre pastores se tornou algo explosivo e um problema que as igrejas, tanto liberais como conservadoras estão enfrentado, o que acontece também com as igrejas pentecostais. Uma estatística sombria foi revelada por uma pesquisa nos Estados unidos: 20% dos pastores costumam ver pornografia. O que forçou as Assembléias de Deus nos EUA a montar uma comissão para lidar com o problema. Em entrevista à revista Charisma, Almom Bartholomew que foi nomeado presidente desta comissão revelou estar recomendando medidas para prevenir e corrigir o problema.

Por fim, a pornografia é um grande negócio principalmente no Brasil, onde ela é apoiada pelo Ministério da Cultura e por isso não paga imposto (pode?). As informações a seguir foram reunidas a partir de notícias e pesquisas vinculadas em veículos de comunicação e em órgãos de pesquisas sérios. A cada segundo, 3075,64 estão sendo gastos em pornografia. Neste mesmo segundo, 28,258 usuários de internet estão vendo pornografia. A cada 39 minutos um novo filme pornográfico é lançado nos EUA. A pornografia endossa um mercado milionário. Estima-se que a pornografia movimente hoje, em torno de 1,7 bilhões por ano, mas é um mercado que se encontra em ritmo de expansão para atingir arrecadações superiores a 2,5 bilhões de dólares anuais até 2015. Essas previsões de mercado são feitas em conseqüência da popularização de instrumentos como Smartphones e tablets com recurso de videochamadas, tela touch e outros que ainda virão e também pelo declínio do preço da internet, tanto fixa como móvel.

publicado por institutogamaliel às 12:44


Na primeira parte deste artigo procuramos relatar apenas os efeitos mais brandos que a pornografia provoca em um relacionamento entre marido e mulher. Neste iremos falar sobre tudo o que ela traz de mais grave ao matrimônio. Quero também relatar que nestes mais de quarenta dias em que estivemos trabalhando e divulgando estes artigos, várias pessoas nos enviaram e-mail falando de seu envolvimento com a pornografia e solicitando ajuda, por isso na próxima semana postaremos o oitavo e último artigo que mostrará como se livrar do vício da pornografia.

Como a maioria dos consumidores de pornografia são homens, naturalmente quem sofre mais diretamente as conseqüências deste comportamento maléfico são as esposas.

Muitas delas se sentem traídas pela atividade do marido na internet, mas o mal não é só este. São várias as motivações que podem levar um homem a ver pornografia explícita, mas em quase todas, eles procuram manter esse hábito escondido da esposa e uma vez que o segredo é descoberto um monte de dor e angústia surge no meio do relacionamento e como resultado a esposa pode sentir-se magoada, alienada e insegura. Muitos maridos parecem ter dificuldade em compreender este fenômeno e em consequencia podem até se tornar agressivos, tanto por ter sido descobertos como pela reação demonstrada pela esposa.

O caminho da pornografia pode ser fatal para o casamento e para a vida espiritual daqueles que se escravisam, porque ela, literalmente é “um abismo que chama outro abismo”. Veja como é esse caminho: Muitos fatores podem levar à pornografia, além de levar ao vício, inevitavelmente a pornografia leva à masturbação que também pode se tornar vício. A masturbação por sua vez, é sustentata por fantasias sexuais pecaminosas e em muitos casos rouba a libido do homem.

Os encontros sexuais entre marido e esposa podem se tornar cada vez menos frequentes uma vez que o esposo recebe na pornografia e na masturbação a gratificação imediata de suas fantasias. A pornografia pode também gerar certa dificuldade para que o sexo seja visto como uma forma amorosa de comunicação, o que acabará diminuindo a satisfação sexual no casamento. Ela também gera um conjunto de expectativas sobre o sexo no casamento que literalmente são impossíveis de cumprir.

Existem muitas razões que podem levar uma pessoa a se refugiar na pornograria. Muitos acham mais seguro visualizar a pornografia e buscar sozinhos a satisfação sexual do que revelar suas fantasias sexuais ao conjuge.

Outros podem ser capturados pela pornografia por ter um tipo de obcessão compulsiva para atividades sexuais. Para essas pessoas o sexo é uma forma de dependência bem como uma droga, álcool ou vício do jogo. Tudo piora quando estes hábitos se associam ao vício de ver pornografia na Internet.

Vários homens, no contexto da psicoterapia, relataram que temem desaprovação se suas esposas souberem os tipos de pensamentos e fantasias sexuais que alimentam dentro de si. E bom lembrar que a pornografia também reforça outras fantasias levando mentes doentias a se tornem ainda piores. As fantasias sustentadas pela pornografia podem ir desde o desejo de sexo com outra pessoa a casos extremos como veremos a seguir:

Pedofilia – atração sexual por crianças;

Zoofilia – desejo de ter sexo com animal;

Sadomazoquismo- busca por prazer através da tortura, do domínio e do sofrimento,

Homossexualismo – desejo por pessoas do mesmo sexo

Grupal – desejo de se relacionar sexualmente com duas ou mais pessoas.

Voyerismo – desejo incontido de observar outras pessoas despidas ou em atos sexuais.

Bissexualismo – desejo pelos dois sexos

Swings e menage: Troca ou acréscimo de parceiros para satisfazer o desejo de ver o próprio conjuge se relacionando sexualmente com outra pessoa.

Para muitos, esses pensamentos e fantasias podem ser “seguramente satisfeitos” na Internet, mas não resta dúvida que a sexualidade é uma das colunas do casamento e ela poderá ser facilmente abalada se um dos cônjuges resolve se isolar para ver pornografia e se realizar sexualmente sozinho.

Quem faz uso da pornografia logo começa a comprar a idéia de que a maioria das pessoas, principalmente o cônjuge que têm ou terão, deve estar sempre pronto e disposto a ter relações sexuais. Não só isso, a mostra das variedades de comportamento sexual que a pornografia apresenta, faz com que esperem que seu parceiro também faça sexo de todas as maneiras possíveis, e podem querer ir ao extremo das aberrações. É normal também, a busca dos personagens da pornografia e a comparação dos mesmos com seus cônjuges. A pessoa em uma foto ou vídeo nunca envelhece, não importa quantas vezes o filme é reproduzido. No entanto, os cônjuges vão ganhando idade, peso, e rugas com o passar do tempo.

As pessoas reais em casamentos reais, não se comparam fisicamente aos da pornografia por isso, o uso constante elimina o potencial de atração exercido pelo outro cônjuge. É impossível agradar sexualmente alguém que tem seus desejos influenciados pelo pornô a menos que a pessoa se proponha a nunca trocar a idade, nunca se alterar fisicamente, pense e fale em sexo a todo instante, fale e aja sedutoramente, faça de cada sessão de sexo algo extraordináio e por fim faça tudo que qualquer um deles viu, ouviu ou imaginou.

No matrimônio, o sexo não deve ser confundido com a intimidade. A diferença é que sexo pode ser obtido com “qualquer um”, mas a intimidade como o próprio nome ja indica, existe para ser compartilhada com quem tem elos sentimentais nobres. O sexo foi criado por Deus para ser uma maravilhosa expressão de um profundo compromisso. A relação sexual não é apenas um dom de prazer que pode ser partilhado entre um homem e uma mulher, mas também é uma manifestação física de uma proximidade que deve existir espiritualmente, mentalmente e emocionalmente entre marido e mulher. A intimidade sexual é também o símbolo de um desejo que une um casal em um momento “final” onde um possa comprovar para o outro que como marido e mulher se tornou “uma só carne.”

O casamento precisa ter sexo, e quanto melhor for o sexo mais feliz as pessoas serão no matrimonio, mas o casamento também não foi criado por Deus para ser apenas focado no sexo. Antes dele vem o amor puro, o comprometer-se, a admiração, o respeito mútuo e todo tipo de bom relacionamento. Um casal deve se juntar para se fortalecer como família na sociedade, o homem ou a mulher não deve exigir absolutamente nada que seu companheito não lhe possa oferecer. Quem já aprendeu a conhecer o seu companheiro sabe que o sexo só tem qualidade e traz a satisfação correta se for realizado com amor, e como resultado de uma parceria onde um busca a felicidade e a realização do outro.

Bibliografia:

Partes compiladas de: Marriageabout.com

Entrevistas e levantamentos de Allan N. Schwartz – Site Mentalhelp.net

Publicações: Marriage/porn – Crosswalk.com

publicado por institutogamaliel às 12:43


mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Últ. comentários
No seu site, vc esta citando o nome de MEU PAI, se...
Como não consegui encontrar um "Fale Conosco" no S...
Graça me Paz em Cristo amado. Esse termo devorador...
Edenilson da Silva (http://facebook.com/profile.ph...
Fumar é pecado? http://t.co/H7TH4xGGZ1
10 maiores mitos sobre homossexualidade http://t.c...
Porque o espiritismo atrai tanto??? http://t.co/hY...
O anjo massagista http://t.co/tvszR2eFR9
Organização Angelical http://t.co/rPCf0e8EgY
Ministerio Reobote (http://facebook.com/profile.ph...
arquivos