Cursos de Teologia, Capelania, Psicanálise Clínica, Psicologia Pastoral, Formação Pastoral, Coordenação de encontro de casais, Básico em Teologia, Médio em Teologia, Bacharel em Teologia.
Terça-feira, 03 de Abril de 2012


Os que defendem o casamento precisam tirar vantagem do que se sabe acerca da atração de mesmo sexo (AMS), pois aqueles que promovem a redefinição do casamento estão manipulando a opinião pública distorcendo os fatos e pesquisas. As cinco principais distorções são:

1) Os indivíduos com AMS nasceram desse jeito.
2) Os indivíduos com AMS não podem mudar.
3) Os indivíduos com AMS são simplesmente tão saudáveis quanto as pessoas em casamentos de marido e esposa.
4) Os relacionamentos de mesmo sexo são exatamente iguais aos casamentos de marido e esposa, exceto pelo sexo dos parceiros.
5) Crianças obtidas por indivíduos em relacionamentos de mesmo sexo não têm problemas demasiados.
Há numerosos estudos que refutam os primeiros dois pontos e não existe nenhum estudo confiável que apoie ambos.

Há numerosos estudos grandes muito bem feitos que revelaram que indivíduos com AMS têm muito mais probabilidade do que homens e mulheres casados de sofrer de:

* Desajustes psicológicos
* Vícios sexuais e parafilias
* Ideias e tentativas de suicídio
* Vícios, inclusive de drogas, álcool e cigarros
* Relacionamentos instáveis, infiéis, não permanentes e não exclusivos
* Problemas de saúde, principalmente DSTs, inclusive HIV e câncer
* Ter sido vítima de abuso sexual, estupro ou violência doméstica


Aqueles que defendem o casamento frequentemente apontam para o fato de que falta complementaridade aos relacionamentos de mesmo sexo, mas não conseguem explicar como essa falta afeta a qualidade do relacionamento e faz com que um ou ambos os parceiros sacrifiquem algo essencial à sua dignidade humana. Os relacionamentos de mesmo sexo enquadram-se em muitos modelos. A seguinte lista cobre alguns desses modelos e como a falta de complementaridade natural provoca um impacto negativo nos indivíduos envolvidos:

1) Pseudo marido ou esposa — O homem que imita o papel de esposa sente que é efeminado depender de outro homem. A mulher que imita o papel de marido muitas vezes ainda quer ser mãe.

2) Pai/filho — O parceiro do sexo masculino mais jovem, ao aceitar o papel de criança, sacrifica seu direito de ser um adulto pleno. A mulher que aceita o papel de criança se torna permanentemente dependente. O relacionamento é inerentemente incestuoso.

3) Amizade assexual — Muitos relacionamentos de mesmo sexo começam cm muita paixão e rapidamente regridem para amizades assexuais. O amigo de mesmo sexo não mais excita paixão. Os homens em amizades assexuais se engajam em sexo casual fora do relacionamento. Entre as mulheres, a “cama morta” é comum. Amizades assexuais não precisam ser reconhecidas como casamentos.

4) Clones/fusão — Indivíduos em relacionamentos de mesmo sexo tentam erradicar todas as diferenças. A individualidade não é tolerada

5) A solidão provocada pela ausência do outro sexo ou medo do outro sexo causada por abusos — Os indivíduos envolvidos sacrificam sua heterossexualidade natural. Esses relacionamentos são inerentemente instáveis e o indivíduo pode, quando surgir a oportunidade, voltar a um relacionamento heterossexual.

Relacionamentos de mesmo sexo não promovem os melhores interesses nem suprem as reais necessidades dos indivíduos envolvidos. As pressões em prol de reconhecimento social podem ser motivadas pela convicção errônea de que seus problemas de relacionamentos são causados por forças externas em vez da falta inerente da verdadeira complementaridade.

Crianças obtidas por duplas de mesmo sexo estão também sujeitas aos problemas inerentes em sua condição. Além disso, as duplas de mesmo sexo têm mais probabilidade de estar em risco de muitos problemas que causam impacto direto em sua capacidade de fazer papel de pai e mãe.

1) Fatores Intrínsecos — Toda criança obtida por uma dupla de mesmo sexo foi por definição separada de um ou ambos seus pais biológicos, por meio da morte, deserção, mãe solteira, orfanato, adoção, doador de inseminação artificial ou mãe de aluguel. Até mesmo nas melhores circunstâncias, tal separação é percebida pela criança como perda. Uma dupla de mesmo sexo jamais é a melhor das circunstâncias. É por definição o segundo melhor por lhe faltar um pai ou mãe. Pior ainda é que essa tragédia em particular não é por acaso, mas a consequências da ação cônscia e planejada dos indivíduos de quem a criança depende. De modo propositado e permanente, fazem com que essas crianças fiquem sem pai e sem mãe. Além disso, as famílias de mesmo sexo com crianças funcionam como uma seita herética. Nega-se a perda que a criança sofre. Impõe-se sobre as crianças a carga de sentir que seu desejo legítimo por um pai e mãe de sexos diferentes trai o sacrifício de sua família [de mesmo sexo] em face de uma cultura hostil, rejeitadora e homofóbica.

2) Fatores de Risco — Indivíduos com AMS têm muito mais probabilidade do que homens e mulheres casados de sofrer desajustes psicológicos, vício sexual e parafilias, ideias e tentativas de suicídio, relacionamentos instáveis, problemas de saúde e terem sido vítimas de abuso ou violência. Esses problemas raramente ocorrem isoladamente. Muitos indivíduos com AMS sofrem de uma combinação de desordens. Além disso, cada relacionamento de mesmo sexo contém dois indivíduos que estão em risco elevado, dobrando o potencial para um resultado abaixo de excelente. Temos de fazer a pergunta: Será que os assistentes sociais estão intencionalmente ignorando problemas quando entregam crianças para duplas de mesmo sexo que têm problemas sérios?

Aqueles que defendem o casamento precisam divulgar essas informações.


Evidências que apoiam o material apresentado aqui podem ser encontradas em meu livro One Man, One Woman (Um Homem, Uma Mulher). Aqueles que precisam de referências específicas podem me mandar um email para dalemoleary@yahoo.com ou meu blog.

Dale O’Leary
Notícias Pró-família
publicado por institutogamaliel às 10:16
tags:


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
16
17
21

22
23
24
25
26
27
28

29


Últ. comentários
No seu site, vc esta citando o nome de MEU PAI, se...
Como não consegui encontrar um "Fale Conosco" no S...
Graça me Paz em Cristo amado. Esse termo devorador...
Edenilson da Silva (http://facebook.com/profile.ph...
Fumar é pecado? http://t.co/H7TH4xGGZ1
10 maiores mitos sobre homossexualidade http://t.c...
Porque o espiritismo atrai tanto??? http://t.co/hY...
O anjo massagista http://t.co/tvszR2eFR9
Organização Angelical http://t.co/rPCf0e8EgY
Ministerio Reobote (http://facebook.com/profile.ph...
arquivos