Cursos de Teologia, Capelania, Psicanálise Clínica, Psicologia Pastoral, Formação Pastoral, Coordenação de encontro de casais, Básico em Teologia, Médio em Teologia, Bacharel em Teologia.
Domingo, 08 de Abril de 2012

Por John C. Sanahuja

Reinterpretação da reengenharia social anti-cristã

Em 15 de Dezembro, reuniu-se o primeiro relatório das Nações Unidas sobre alegados direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT), intitulado “As leis e práticas discriminatórias e atos de violência cometidos contra pessoas por causa de sua orientação, identidade sexual e de gênero. “
O relatório inclui uma reinterpretação da Declaração Universal dos Direitos Humanos segundo a qual inclui o suposto direito a “orientação sexual ”e” identidade de gênero”.
A reinterpretação foi anunciado este ano pelo Secretário Geral da ONU Ban Ki-moon (qv NG 1097 ) e formado pelo Conselho de Direitos Humanos (vid. NG 1114 ). Na época, a Santa Sé (Vaticano) foi fortemente rejeitada porque para eles incentiva a “perseguição” daqueles que não aceitam o estilo de vida homossexual .
O texto exorta os Estados membros a evitar qualquer forma de tratamento objetivamente errado, como assassinatos, seqüestros, privação arbitrária de liberdade, etc, contra a qual, em todos os países civilizados, existem normas legais gerais que protegem todos os cidadãos e não apenas os homossexuais. Mas também “avança” exigindo o reconhecimento dos alegados direitos, com a finalidade de impor o estilo de vida gay em todo o mundo.
Infiltrar todos os aspectos da homossexualidade

Para acomodar os direitos de alegada gays, lésbicas e transexuais relatório reinterpreta todo o sistema de direitos humanos da ONU, usando as numerosas observações gerais e recomendações aos Estados individuais, decorrentes de comissões de acompanhamento dos tratados de direitos humanos, que distorcem os textos desses instrumentos internacionais, por exemplo, os Pactos de Direitos Civis e Políticos e de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais.
O relatório condena o uso de termos como “crimes contra a natureza,” moralidade “” ou “libertinagem” aplicada ao estilo de vida gay. No texto as referências a “fundamentalismo” de “extremistas religiosos extremistas, paramilitares, neo-nazistas e nacionalistas”, unindo todos aqueles que se opõem, com razão ou não para as reivindicações de grupos LGBT.
A lista das alegadas discriminações abrangem as seguintes áreas:

- Educação: entre outras coisas, você não pode negar a entrada ou expulsar um aluno por sua “orientação sexual ou gênero de expressão.” ” A escola e autoridades educacionais devem integrar os princípios da não discriminação e da diversidade no currículo e na língua usada nas escolas. A educação sexual deve incluir o direito de receber informações completas, precisas e adequadas sobre a sexualidade humana. Os jovens têm acesso às informações necessárias para levar uma vida saudável decisões e escolhas informadas para se proteger e proteger os outros de infecções sexualmente transmissíveis. Os meios de comunicação também têm um papel a desempenhar na eliminação de estereótipos negativo sobre lésbicas, gays, bissexuais e trans , particularmente em programas de televisão populares entre os jovens. “
- Saúde: deve ser acomodado “às necessidades específicas de lésbicas, gays, bissexuais e trans.” Deve ser descartada “terapia reparativa” da condição homossexual como “potencialmente prejudiciais e contribuem para o estigma.” O Transexual deve ter cirurgia de mudança de sexo gratuita. Não se pode discutir com “supostas ameaças à saúde pública ou a moral” para restringir as informações sobre a orientação sexual, ou socorrer-se do conceito de “decência”, ele pode ter um efeito negativo sobre iniciativas de saúde pública, incluindo em relação a transmissão de HIV / AIDS.
- Na família e das comunidades: deverá ser reconhecida social e legalmente os casais gays (casamento), o que significa dizer: o “direito” à liberdade de casamento e divórcio, que devem ser reconhecidos pelo “entidades do setor privado, como mutuários dos planos de saúde e companhias de seguros.”
- O reconhecimento da identidade de gênero: Os transexuais devem ter o direito de “obter o reconhecimento legal de seu gênero preferido, incluindo a modificação do sexo e nome nos documentos de identidade.”
Países “exemplares”

O relatório menciona referências elogiosas à Espanha e Honduras , porque eles têm apontado os procuradores especiais para investigar e processar casos de discriminação baseada na orientação sexual e identidade de gênero naAlemanha , Brasil, Equador , Holanda e Uruguai , porque têm usados os “Princípios de Yogyakarta” para orientar as respostas políticas aos incidentes de violência e discriminação; “a Argentina por sua proteção aos transsexiaos e, finalmente, Brasil merece uma segunda menção positiva: “No Brasil , o governo apoiou uma campanha de educação pública com slogan “Brasil sem homofobia ”.
Finalmente, é importante ter em mente as declarações de Charles Radcliffe, autor do relatório e chefe de seção do Escritório do Alto Comissariado para os Direitos Humanos, “ todos têm a liberdade religiosa, mas as crenças religiosas e valores culturais predominante não pode justificar a privar os outros de seus direitos básicos . “
O relatório será tratado pelo Conselho de Direitos Humanos em março do ano seguinte. FIN, 26/12/11

Fonte: Wire, própria ONU, 15/12/11; Alto Comissariado das Nações para os Direitos Humanos: Relatório Anual do Alto Comissariado para os Direitos Humanos e relatórios do Escritório do Alto Comissariado eo Secretário-Geral, A/HRC/19/41, 11/17/11.
Traduzido por Zenóbio Fonseca
publicado por institutogamaliel às 17:19


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
16
17
21

22
23
24
25
26
27
28

29


Últ. comentários
No seu site, vc esta citando o nome de MEU PAI, se...
Como não consegui encontrar um "Fale Conosco" no S...
Graça me Paz em Cristo amado. Esse termo devorador...
Edenilson da Silva (http://facebook.com/profile.ph...
Fumar é pecado? http://t.co/H7TH4xGGZ1
10 maiores mitos sobre homossexualidade http://t.c...
Porque o espiritismo atrai tanto??? http://t.co/hY...
O anjo massagista http://t.co/tvszR2eFR9
Organização Angelical http://t.co/rPCf0e8EgY
Ministerio Reobote (http://facebook.com/profile.ph...
arquivos